20.6.17

Resenha: "Querido mundo, como vai você?", de Toby Little

Querido mundo, como vai você?
Toby Little
Editora Fontanar, 2017
248 páginas
"Querido mundo, tenho cinco anos, vivo na Inglaterra e me chamo Toby Little. Estou cheio de perguntas a fazer, por isso resolvi escrever cartas para pessoas de todos os países do planeta. Espero que elas também queiram conversar comigo.” Quatro meses depois de tomar essa decisão ambiciosa e de receber o apoio dos pais, Toby atingiu seu objetivo. E, para sua surpresa, o mundo escreveu de volta! Nesta coletânea, que conta com mais de 150 dessas cartas, você encontrará as conversas adoráveis e inusitadas entre Toby e os mais variados destinatários: de um cientista que vive na Antártica ao Papa Francisco, passando pelo palácio de Buckingham e por uma escola no Turcomenistão. E meio a cartas enviadas a um astronauta canadense e a Nelson Mandela, você redescobrirá, através do olhar infantil de Toby e de seu encantamento pelo outro, um mundo feito de culturas diferentes, mas com pessoas semelhantes na vontade de torná-lo um lugar melhor. Um mundo que fica até pequeno se comparado ao alcance que tem o sonho de uma criança com determinação para alcançá-lo.
As primeiras cartas foram endereçadas à França, Austrália e Estados Unidos, com a ajuda de pessoas (amigos ou amigos de amigos de amigos) que auxiliavam na busca pelos correspondentes. Após mais de 100 cartas enviadas para todo o mundo foi criado um compilado com 150 cartas de Toby Little e mais tarde estas foram traduzidas numa compilação brasileira, o livro, escrito pelo menino de 9 anos de idade, é a história de um projeto criado em 2013 por ele e sua mãe, Sabine, onde o objetivo e nada mais nada menos do que enviar uma carta para cada país do mundo.




Apesar de ser uma carta escrita por uma criança, Toby e Sabine decidem toda vez antes de enviar uma carta pesquisar sobre o destinatário, sobre a cultura do país, pontos turísticos ou algo realmente interessante para se perguntar. Através das respostas de cada carta percebemos a quantidade de culturas no mundo, como elas são distintas entre si, mas com pessoas que tendem tornar o mundo um lugar melhor.

O motivo de ter começado a ler este livro foi porque eu amo escrever cartas, inclusive tenho o projeto de cartas mensais que está meio parado e então li um livro de cartas da Martha Medeiros, então ler cartas reais de vários lugares do mundo seria (e foi) fascinante, ainda mais quando a curiosidade infantil aumenta em cada página, a cada nova terra conquistada, a cada novo correspondente e endereço. 




Através do site Writing to the World é possível acompanhar todas as carta já enviadas mundo a fora, porque algumas cartas demoram a ser respondidas, ou seja, o site também funciona como método de histórico. Claro que não poderia faltar uma carta do pequeno para as terras brasileiras:

“Querida Luna,

Como vai?

Você se chama Luna por causa da Luna Lovegood? Qual é o seu lugar favorito em São Paulo? Qual é a sua profissão? O que é a Festa do Figo? Você já foi? Você escuta Adoniran Barbosa? Eu gosto dele.

Tchau,
Toby”.

Logo a carta foi respondida com carinho pela brasileira:

“Oi, Toby!

Como vai?

Estou muito feliz de ser uma das muitas pessoas do mundo inteiro que se correspondem com você!Eu não me chamo Luna por causa da Luna Lovegood. Nasci alguns anos antes de serem escritos os livros da série Harry Potter. Comecei a ler o primeiro livro quando tinha dez anos de idade e já estava na faculdade quando foi lançado o último! Luna não é um nome muito comum no Brasil — significa “lua” em espanhol e italiano. Acho que o meu lugar favorito em São Paulo é o parque Ibirapuera. Você já viu fotos desse parque? Ele é muito grande e fica bem no meio da cidade, mais ou menos como o Central Park, em Nova York. Ibirapuera significa alguma coisa como “árvore caída” em tupi, a língua que os nativos falavam antes da chegada dos portugueses ao Brasil.

Existem muitos lugares com nomes tupis, mas as pessoas em geral não sabem o que significam.Sou farmacêutica e trabalho com cosméticos. Produzo protetores solares e fórmulas de maquiagem. Gosto do que faço, porque é muito dinâmico e, além disso, ainda me permite viajar para uma porção de conferências e feiras — e eu adoro viajar! Colei um mapa na parede da cabeceira da minha cama e marco lá todos os lugares que visitei.

Também coleciono postais de lugares em que estive e sempre peço para os amigos que vão viajar que me mandem postais de onde quer que estiverem.

A Festa do Figo faz parte do “Circuito das Frutas”, que é formado por dez cidades, cada uma delas famosa por produzir determinada fruta. Valinhos é a cidade do figo! Assim, em janeiro, temos a Festa do Figo, na qual podemos comprar todo tipo de coisa feita com figo, como geleias, sucos, compotas. A festa ainda inclui música, brincadeiras para as crianças e vários tipos de comida. Nas outras cidades, há a Festa da Uva, a Festa da Goiaba, a Festa do Morango e assim por diante. Festas de fruta o ano inteiro! Eu fui à Festa do Figo e à Festa da Uva algumas vezes, mas este ano perdi as duas. Se eu for no próximo ano, vou lhe mandar uma foto!Fico contente em saber que você gosta de Adoniran Barbosa. Ele foi um grande cantor e compositor. Todo mundo aqui no Brasil sabe cantar pelo menos uma canção dele. Com certeza você vai gostar também dos Demônios da Garoa, um grupo de samba que gravou muitas canções de Adoniran Barbosa. Acho que “Trem das onze” é a mais famosa…Espero que um dia você tenha a oportunidade de vir ao Brasil!

Do Brasil,
com carinho,
Luna J”.

O livro é cheio de ilustrações, recortes e coisinhas que o deixam mega fofinho. A narrativa é bem simples, dessa forma, se torna uma leitura muito rápida de fim de tarde, uma linguagem infantil deliciosa e que deixa o coração mais leve, sem dúvidas. 

Um comentário

  1. free person search engine who is this number that keeps calling me where is telephone find peoples phone numbers for free no charge reverse phone lookup harassing calls citrus county white pages how do you get a google phone number

    Also visit my webpage ... find the service provider for a cell phone number

    ResponderExcluir

© setecoisas.com.