Resenha: "Amor verdadeiro", de Jude Deveraux

Amor Verdadeiro
Jude Deveraux
Editora Essência
464 páginas
Ambientado numa ilha paradisíaca e um dos romances mais cultuados de Jude Deveraux, best-seller americana que já vendeu mais de 60 milhões de exemplares pelo mundo, o livro conta a história de Alix Madsen. Quando ela está terminando a faculdade de arquitetura, Addy Kingsley, amiga de seus pais, morre. No testamento, a mulher estipula que a jovem tem direito a viver por um ano em sua encantadora casa do século XIX na ilha de Nantucket (Massachusetts), EUA. O relacionamento de tia Addy com a família Madsen é um mistério para Alix, mas ela aceita a oferta e, ao chegar na propriedade dos Kingsley, percebe que não é má ideia passar uma temporada ali. Além de o lugar ser um sonho para qualquer arquiteto, ela conviverá com o charmoso Jared Montgomery Kingsley, dono de um dos mais importantes escritórios de arquitetura do país e sobrinho-neto de Addy, portanto, herdeiro natural da casa. O que Alix não imaginava era que tia Addy tinha um propósito muito específico para ela quando a colocou naquele lugar: solucionar o desaparecimento de Valentina, uma das mulheres da família Kingsley, ocorrido cerca de dois séculos antes. Em meio ao verão na ilha, Alix e Jared serão obrigados a conviver, o que pode ser a chave para desvendar o tal mistério dos Kingsley

Amor Verdadeiro é um romance/fantasia, foi meu primeiro contato com Jude Deveraux - a autora - e fui surpreendia de uma maneira tão deliciosa, que não poderia deixar de compartilhar com todos os leitores que conheço. Primeira surpresa: Não é um clichê qualquer. Óbvio, existe um romance fofo durante toda a história, mas também existe um mistério e muitos segredos que precisam ser revelados e a autora foi incrível na construção de todas as etapas da história. Do início ao fim fui surpreendida e amei cada parte disso.



Alix é uma recém formada em arquitetura sofrendo após um término de namoro. Além de ter que acompanhar os preparativos de Izzy - sua melhor amiga - para o seu casamento, vivendo um relacionamento muito feliz, ela recebe um testamento de Addy Kingsley, uma amiga da família, que após morrer deixou sua casa para o sobrinho, mas pediu a ela que fosse para lá viver durante um ano, pois acreditava que Alix poderia resolver o mistério que envolvia sua família. Relutante em aceitar o convite de Addy, Izzy resolveu acompanha-la a Nantucket - onde a casa estava localizada - assim, Izzy acreditava, que Alix poderia trabalhar em alguns projetos e se distrair do término do seu namoro. Porém, elas não imaginavam encontrar-se com ninguém menos que Jared Montgomery, o maior arquiteto da atualidade e muito menos imaginavam que era ele o sobrinho de Addy, agora dono da casa que Alix iria morar durante um ano inteiro.

Convivendo na mesma casa com Jared, Alix compreendeu que além de ser um dos maiores arquitetos do mundo, ele também era um homem incrível. Ambos perceberam como se davam bem e foi desencadeando-se uma paixão dentro dos dois. O problema era que Jared carregava muitos segredos. Segredos que envolviam os pais de Alix - que ele conhecia tão bem ou melhor que ela - e um avô fantasma, Caleb, a quem Jared via e conversava mesmo duzentos anos após a sua morte. Todos esses segredos prometiam afastá-los, mas o destino ou amor, provou o contrário.





Fiquei surpresa com o rumo que a história foi tomando e como a autora teve cuidado no seu desenrolar, de forma que apesar de todos os clichês, eu não pude imaginar como seria o final. Sorria o tempo inteiro durante essa leitura e apesar de ainda não saber se acredito em vida após a morte, o livro me mostrou uma maneira bonita de pensar na vida, de que possivelmente fomos destinados a estar com as pessoas que estamos, ama-las e que o amor verdadeiro não morre, nem quando nós partimos.

Caso tenha se interessado pelo livro e também queira se surpreender com a história, através do site Cupom Válido é possível conseguir descontos nas grandes livrarias, aproveita!

_DEIXE UM COMENTÁRIO

Post a Comment