Resenha: "À Sua Espera", de Abbi Glines

À Sua Espera
Rosemary Beach, livro 11
Abbi Glines
Editora Arqueiro
240 páginas
Mase sempre preferiu a vida simples em seu rancho no Texas à agitação do mundo do pai em Rosemary Beach. Na verdade, ele quase nunca visita o famoso astro do rock e Nan, sua meia-irmã mimada e egoísta. Mas tudo muda quando conhece uma das empregadas da casa, uma garota linda que, sem saber da presença dele, o desperta com seu canto desafinado.

Depois de anos sendo maltratada pela família e pelos colegas por causa de um distúrbio de aprendizagem, Reese conquistou sua liberdade e mora sozinha trabalhando como diarista para as famílias ricas da cidade. No entanto, seu sustento fica ameaçado quando ela causa um acidente na casa de Nan Dillon.

Ao ser salva por Mase, um rapaz atencioso e com charme de caubói, Reese fica surpresa pelo gesto dele e, depois, apavorada quando ele demonstra interesse nela. Nunca na vida Reese conheceu um homem em quem pudesse confiar. Será que Mase pode ser diferente?

Nessa ardente paixão que nasce entre a doce e batalhadora Reese e o centrado e sexy Mase, Abbi Glines mais uma vez mescla tristezas da vida real com amores de contos de fada e nos faz suspirar até a última página.
À Sua Espera é o décimo primeiro livro da série Rosemary Beach, da autora Abbi Glines. Porém, apesar de ser o décimo primeiro livro, pode ser lido, como fiz, como o primeiro. Vou explicar o porquê: É que, a série, consiste em contar a história de casais de uma cidade - Rosemary Beach - e tem trilogias ou duologias pra contar essas histórias. A história de cada casal pode ser lida separadamente, apesar de conter pequenos spoilers sobre os primeiros livros da série, o que pra mim não foi problema nenhum, não há nenhum impedimento no entendimento da história. Nesse volume inicia-se a história de Mase e Reese e tem continuação (Ao Seu Encontro) que já estou doidinha pra ler.



Reese sofreu a vida inteira com os maus tratos da mãe e do padastro, que a molestava e fazia com que ela se sentisse burra e suja. Finalmente conquistada a sua liberdade, ela trabalha como empregada doméstica em Rosemary Beach e consegue sustentar-se e viver bem, apesar de viver sempre com medo e sem conseguir confiar em pessoa nenhuma, principalmente nos homens, tendo somente como amigo Jhimmy - seu vizinho homossexual. Até conhecer Mase, caubói irresistivelmente lindo e sexy, que apesar de ser filho de um astro do rock, prefere viver no Texas onde trabalha em seu próprio haras cuidando de cavalos. O primeiro encontro dos dois foi enquanto Reese fazia faxina na casa de Nan, irmã de Mase e a atração entre ambos foi instantânea. Os problemas começam quando, durante a faxina Reese causa um acidente e acaba sendo ameaçada de perder seu emprego a deixando completamente desesperada, mas não desamparada, pois Mase mostrou-se disposto a desfazer todo e qualquer perigo que ameaçasse seu bem estar, desde leva-la ao hospital, à enfrentar a irmã que maltratou sem motivos a doce Reese.

O romance inicia-se de forma doce e sutil entre os dois, de início deixando Reese confusa das intenções de Mase e das suas próprias intenções, pois ela não imaginava ser capaz de sentir algo tão intenso por um homem algum dia. Pouco a pouco Mase vai rompendo as barreiras de Reese e matando os fantasmas de seu passado, o que me fez ficar completamente apaixonada. A cada novo diálogo entre os dois eu me derretia. Mas, claro, não seria tão simples os dois ficarem juntos, como em toda boa história de amor, e os problemas surgem - um atrás do outro.



É um livro muito leve, daqueles que a gente senta pra ler e não consegue largar. Fui fisgada nas primeiras páginas por Abbi Glines, que apesar de ter demorado bastante para ler algo dela, já sabia que amaria ler suas obras. É um young adult, cheio de cenas picantes - MUITO bem escritas por sinal - e cheio de problemas reais e que marcam de um jeito profundo, tornando-se talvez, um dos meus romances favoritos.

Post a Comment