Escrevendo pra dentro


Faz alguns dias que quero escrever o que me vem a mente, mas simples as palavras decidem não sair. Acabo escrevendo dentro de mim o que eu queria que as pessoas pudessem ouvir, gostaria de falar sobre sorriso de criança, chuvisco de fim de tarde e noite de cinema.

Dentro de mim, me perco em frases pela metade, questionamentos sobre a divindade ou contextos imaginários: é uma sensação estranha, porque começo a escrever (dentro da minha mente) algo maravilhoso, que daria um livro, mas não surge forças para mover as mãos para escrever ou digitar no celular, parece que ao fazer isso, aquela mágica pode se quebrar com um movimento brusco. 

Então eu permaneço mudo, querendo dizer tudo.

Só esperando o momento da explosão.

_DEIXE UM COMENTÁRIO

  1. Entendo.

    Há dias venho tentando por pra fora vários pensamentos, mas nada sai.
    Acabei por desistir. Quem sabe essa explosão chegue algum dia para nós dois?

    Apenas aguardo.


    (OIEE! Fazer a séria não é a minha. Tinha que deixar esse recadinho aqui: simplesmente AMO seu blog. Já até te mandei um e-mail, lembra? Aquele em que você quase me infartou negando meu pedido ;u; Bem, é só isso mesmo, haha. Beijinhos e continua postando, ou vai receber ameaça de morte por e-mail, haha ;p)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ela tem que chegar logo Sama, porque preciso escrever palavras para você ler!

      E esse jeito todo maravilhoso direto de escrever naquele blog lindo?

      Quero receber e-mail, tô com saudade!

      (é verdade, tô mesmo!)

      Delete