Backup to Murphynism

17 Oct 2016


Esse blog não tem função de transmitir apenas coisas boas, por isso irei listar, em tópicos, o mar de azaréu que apareceu para mim nos últimos dias, quero que façam uma oração com sal grosso após o término da leitura.

— garganta inflamada I:
Já não sei mais quando minha garganta inflamou, mas foi ali, por volta do final de setembro. Uma dor que me deixou de cama, febril e chorando para melhorar logo. Com injeção na nadega direita, antibióticos e repouso, achei que melhoria. E melhorei, temporariamente.

— vida sem músicas:
O cabo do meu celular decidiu que não funcionária no meu computador (onde o Itunes funciona perfeitamente bem), mas funciona no computador do trabalho, por isso decidi fazer o upload de músicas por lá, contudo o Itunes não funciona na máquina. Ou seja, seis por meia dúzia.  Minha vida tem seguido sem inspirações, sem singles e performances nos ônibus. Estou infeliz.

— notas baixas cursos:
 São diversas coisas para sustentar, meu coração não aguenta nota baixa. Muita dedicação, vamos lá.

— celular quebrado:
 Sou a pessoa mais cuidadosa com minhas tecnologias, afinal, tudo é tirado do meu próprio bolso. Então o concerto, se tiver, fica também pela minha conta. Mas comecei a acreditar na porcaria da lei de Murphy, apesar de todo o cuidado e probabilidades de o celular não ter quebrado: ele quebrou. São alguns 10% de golpitos para consertar, ficarei alguns dias sem atualizar a vida virtual. Bye.

— garganta inflamada II:
 Não sei o que comentar, odeio minhas amígdalas. Planejo retirá-las. Para sempre.

— notas baixas na faculdade: 
 São diversas coisas para sustentar, meu coração não aguenta nota baixa. Muita dedicação, vamos lá. Só tirei uma nota baixa na verdade, a prova era do cão. Mas passei, tá tranquilo, tá favorável.

— ônibus:
Já desisti, levo sempre um livrinho para quando o ônibus não parar para mim. O fato é que nas duas últimas semanas o ônibus já não querer mais parar para que eu possa vir felizinho para minha casa, ou seja, tenho que esperar mais 62 minutos por outro, pelo menos mantenho a lista de livros lidos atualizada, né?

— fone de ouvido:
meu fone caiu primeira vez no chão, ontem. Quebrou. 

Agora irmãos, joguem água benta na tela de vossos computadores. Eu preciso.

0 comments:

Post a Comment