Resenha: "Scott Pilgrim Contra o Mundo, vol.3", de Bryan Lee O'Malley

Scott Pilgrim Contra o Mundo, vol.3
Bryan Lee O'Malley
Editora Companhia das Letras, 2011
152 páginas
Mesmo que não aparente, Scott Pilgrim deu passos importantes em direção à vida adulta. Ele já tem um emprego, mora com a namorada, Ramona Flowers, sua bandinha de garagem percebe que não tem futuro e ele consegue até assumir a responsabilidade de criar um gato. Já era hora, pois Scott acaba de completar 24 anos. Mas mesmo aos 24 você pode participar de festas a fantasia temáticas - como a festa dos políticos-canadenses-por-volta-de-1972-que-na-verdade-eram-Batman - regadas a tequila, intrigas e lutas com robôs. Sim, lutas com robôs, pois mais dos outros Ex-Namorados do Mal de Ramona apareceram, os gêmeos Katayanagi, e quem luta com Scott no lugar deles são suas criações robóticas. Os gêmeos podem ser a menor preocupação de Scott Pilgrim. Não porque "ah, ele é o Scott Pilgrim", como todos os seus amigos dizem, mas porque algo de estranho pode estar acontecendo com Ramona. São mensagens no celular, cartas suspeitas e o brilho que surge em torno de sua cabeça toda vez que ela entra num assunto de que não gosta. E por que ela não para de mudar o corte e as cores do cabelo? Será que isso tem a ver com a chegada de Gideon, o líder de todos os Ex-Namorados do Mal, a Toronto? Pois é no clube noturno mais cool da cidade, o Chaos Theatre, criado por ele, que vai acontecer o clímax dessa história de paixões, lutas, ex-namorados e mexer-o-traseiro-para-defender-o-que-você-ama.Videogames, música indie, amores adolescentes tardios, mangás e a chegada da vida adulta misturam-se no universo do canadense mais famoso do planeta em seu último volume de aventuras - que reúne duas histórias originais do herói que virou cult instantâneo nos cinemas.
Finalmente chegamos ao fim da trilogia de quadrinhos de Scott Pilgrim Contra o Mundo. Antes de ler essa resenha recomendo ler a resenha do primeiro volume e do segundo para saber melhor a abordagem da história. Então o terceiro volume trás toda aquela essência despertada nos outros volumes: muita pancadaria, frases de efeitos, lutas com  robôs, viagens subespaciais, bandas ruins e ups de níveis.

 
Nosso herói estava tentando vencer A Liga dos Ex-Namorados de Ramona Flowes, contudo ele está muito mais perdido, confuso e repensando realmente sobre sua relação com a ~maravilhosa~ Ramona. No terceiro volume ainda há 3 ex-namorados malvadões, problemas na relação de Ramona e Scott, abandono da banda de garagem (que estava presente nos volumes anteriores) e saída da casa do seu amigo super gay. Então temos Scott com vinte quatro anos, confuso, morando com Ramona, tendo brigas, tentando cuidar de um gato e ainda por cima lutando contra os ex-namorados-vilões
“Eu sei que eu estou diferente. Todo mundo está diferente”
Se você chegar no final do terceiro volume e pegar o que esses personagens eram no primeiro livro, perceberá que eles mudaram muito. Com o tempo foram amadurecendo, ganhando XP (experiência) e se tornando bem diferentes do que nos foi apresentado inicialmente, essas mudanças são perceptíveis principalmente no nosso protagonista, Scott Pilgrim. 

Bryan então faz o leitor perceber que a próxima fase (seja derrotar um ex-namorado-do-mal, aprender uma nova música, salvar garotas) é primordial, o verdadeiro combustível e por mais que não dê certo, não custa tentar novamente, como morrer 71 vezes no chefão da fase (esse sou eu jogando Tekken 6). É um livro que acaba deixando saudade, presenteando o leitor com uma obra engraçada e cheias de referências no-sense. Recomendo, são mais de 1.000 páginas de pura diversão em quadrinhos!



Leia também sobre os outros volumes da série:
Scott Pilgrim Contra o Mundo, vol.1
Scott Pilgrim Contra o Mundo, vol.2

  1. Uau! *-* Esse é meu gênero favorito, fiquei com bastante vontade de ler <3
    Beijão, Unsaid Things

    ReplyDelete
  2. Ah, eu amei o livro Viva pra Contar da autora, quero ler esse com certeza! Só queria que a NC publicasse os livros anteriores da série rs'

    Bj;*
    Naty.

    ReplyDelete
  3. Uau, chamativo demais esse!
    Deu vontade de ler, mais não é dos meus preferidos :)

    Abraços,
    www.ps-carpediem.blogspot.com/

    ReplyDelete