Resenha: "A Princesa, o Cafajeste e o Garoto da Fazenda", de Alexandra Bracken

A Princesa, o Cafajeste e o Garoto da Fazenda
Star Wars: Uma Nova Esperança, episódio IV.
Alexandra Bracken
Seguinte, 2015
264 páginas
Ainda que a Aliança Rebelde tenha ganhado algumas batalhas contra o Império, a esperança está se esgotando. O Império está prestes a revelar a Estrela da Morte, uma estação bélica capaz de destruir planetas inteiros num piscar de olhos. Agora, o destino da galáxia está nas mãos de uma princesa, um cafajeste e um garoto da fazenda… Essa é uma versão de Star Wars: Uma nova esperança (episódio IV) como você nunca viu. A edição vem acompanhada de ilustrações incríveis e apresenta a história original a uma nova geração de leitores, assim como fornece uma perspectiva inédita para os fiéis fãs da saga. Cada parte da narrativa é contada pelo ponto de vista de um dos três protagonistas, se aprofundando nos conflitos desses heróis que se unem para combater o mal que ameaça toda a galáxia.
A Princesa, o Cafajeste e o Garoto da Fazenda é uma novelização young-adult do episódio IV de Star Wars, Uma Nova Esperança. Então temos um livro com a mesma história do filme e livro focada para um público mais jovem, com uma linguagem mais simples e interativa - não que o livro já lançado seja de vocabulário difícil. Uma releitura agradável e bem feita, os fãs irão adorar e creio que através desse livro também atrairá mais leitores, pois o título é realmente engraçado. 
 

Apesar de os autores dessa nova sequência, contada de uma maneira mais liberal, poderem fazer o que quiser com a história. Os velhos nerds sempre dizem para começar na sequência IV, V e VI. Então, desde criança tenho como regra que o quarto episódio é, e sempre será, o primeiro. Então Alexandra Bracken permeia-se dentro da história, focando principalmente no que o realmente o livro é: o começo de tudo.
“(...) Aquilo devia ser impossível. Mas talvez fosse isso o que Ben estava realmente tentando dizer: o impossível podia ser possível, se Luke estivesse disposto a confiar em si mesmo e na Força.”
O livro é divido e contado em três partes, uma para cada personagem, como o título propõe - Leia Organa, Han Solo e Luke Skywalker, na sequência do próprio título. Cada personagem ganha seu ponto de vista de perante a história, o que é incrivelmente delicioso, mas as histórias tendem a se misturar em determinado momento, fazendo com que a mesma cena seja vista de vários ângulos - esse, podemos considerar, é um diferencial da autora.

Um segundo diferencial para autora é dar aos personagens uma personificação própria (o que já é bastante perceptível o filme) e forte: temos Leia uma princesa durona, um cafajeste e um menino da fazenda que sonha em viajar a galáxia. São personagens que se mantém vivos durante até o término da história, muitas vezes podemos nos identificar com algum dos personagens.
 

Esse é um livro para quem quer iniciar essa série que deixa todo mundo que conhece louco. É um livro escrito de maneira abrandada e menos crua, uma narrativa esponjada e divertida - assim como os filmes também são. Vale realmente a pena dar chance a escrita de Alexandra Bracken, uma autora que sabe realmente tecer perspectivas diferentes e recontar uma boa história. 


Leia também sobre os outros volumes da série:

_DEIXE UM COMENTÁRIO

Post a Comment