Resenha: "Maré Congelada", de Morgan Rhodes

1 Jun 2016

Maré Congelada
A Queda dos Reinos, volume 04.
Morgan Rhodes
Editora Seguinte, 2016
438 páginas
As disputas pela Tétrade, quatro cristais mágicos capazes de conferir poderes inimagináveis a quem os encontrar, continua. Amara roubou o cristal da água, Jonas conseguiu o da terra, Felix enganou os rebeldes para ficar com o cristal do ar, e Lucia está com o do fogo. Mas nem todos sabem como libertar a magia da Tétrade, e apenas a princesa feiticeira conquistou poder até agora, aliando-se ao deus do fogo que libertou de seu cristal.
Gaius, o Rei Sanguinário, também não desistiu de encontrar os cristais. Ele está mais sedento por poder do que nunca, especialmente agora que não conta mais com a ajuda da imortal Melenia nem com o apoio de Magnus, o herdeiro que o traiu para poupar a vida da princesa Cleo. Para conquistar todo o mundo conhecido, Gaius resolve atravessar o mar gelado até Kraeshia, e tentar um acordo com o imperador perverso de lá.
No caminho, o rei vai encontrar muitas dificuldades e inimigos, como Amara, princesa de Kraeshia, que tem seus próprios planos para conquistar o poder. Mas ela não é a única que pretende conquistar o trono, e Magnus, Cleo e Jonas vão precisar trabalhar juntos para garantir que os tempos gélidos acabem.
E essa é mais uma daquelas resenhas cheias de ladainha, assim como a última, recomendando você ler esse livro a todo custo. Eu sou dessa série e não consigo enxergar algo ruim que aconteça de um livro para outro, pelo contrário, a cada novo volume lançado aqui no Brasil fico mais louco e mais vibrante com o rumo e proporção que esta história está tomando:

Desde os acontecimentos sombrios no Templo da Deusa Valoria, nossa princesa Cleo se encontra ainda mais conectada ao gélido príncipe Magnus, ambos estão cientes do quanto Gaius, o Rei Sanguinário, está se segurando para dar um basta ao seu filho e sua amada esposinha. Lucia, a jovem feiticeira, que amei durante os primeiros livros, me fez odiá-la a todo custo: a jovem aliada ao deus do fogo Kyan vai deixando por onde passa vestígio de medo e destruição, tudo isso alimentado pela dor de uma traição e luto - esse é um aspecto importante para a história, pois a jovem com a ajuda do seu novo aliado, acaba descobrindo o quão poderosa é. Por fim, temos Jonas com sua tentativa de liderar os rebeldes e que a cada novo livro se arrebenta ainda mais, creio que seja o personagem que mais sofre nesse livro - tudo em busca de dar um futuro melhor para os cidadãos de Mýtica. 



Eu estava era com saudade. Na verdade, eu estava com muita saudade desses personagens que são maravilhosos e tiram lágrimas, suspiros, gritos e muitos palavrões dentro do ônibus. Sem dúvida, é um livro construído por personagens: os protagonista nunca estiveram tão reais como nesse quarto volume, alguns finalmente resolvem dar o braço a torcer e lutar por um bem maior, enquanto outros acabam trocando de time (ops, isso seria um spoiler?); sem falar nas personas secundárias, que acabam ganhando capítulos próprios e fazendo-me vibrar ainda mais com todo espetáculo.

Cheio de emoção, o livro registra diversas doses de ação, aventura e uma pitada de romance - para apaziguar as dores. A Queda dos Reinos é uma série que me conquista a cada novo volume, comprovando que a escrita dessa autora é inconfundível, que esta, sim, sabe domar e conduzir uma boa história - mesmo que tenha que abrir mãos de bons personagens. 



A cada novo volume a história toma uma nova proporção, atingido novos horizontes e interligando ainda mais diversos personagens. E, para ser sincero, não consigo imaginar o que pode acontecer com esses personagens de agora pra frente, Morgan Rhodes está sempre me surpreendendo a cada lançamento, me fazendo, como já disse, alucinar dentro dos ônibus da vida.  Se você gosta de literatura fantástica, esse, sem dúvidas, é um livro para você. Mas se você não gosta ou nunca leu, digo que essa é uma boa oportunidade para dar uma chance.

Leia também sobre os outros livros da série:
A Queda dos Reinos #1: A Queda dos Reinos
A Queda dos Reinos #2: A Primavera Rebelde
A Queda dos Reinos #3: A Ascensão das Trevas

4 comments:

  1. Concordo mt com a resenha,to terminando de ler e o qnt torci por Cleo e Magnus(que eu odiava antes)nao ta escrito,fora alguns personagens q passei a odiar agr.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Tão boa essa série não é?

      Delete
  2. Anonymous24 July, 2016

    eu sou a Eduarda, sou apaixonada pela serie estou ansiosa para o quinto livro Crystal Storm, não sei o que vai acontecer a Morgan é cheia de surpresas, amo a Cleo e o Magnus.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Prazer Duda, seja bem-vinda. Estou louco para o próximo livro, Morgan é realmente uma caixinha de surpresas.

      Delete