O dia em que precisei postar que estava feliz

Nunca precisei.

Outras pessoas precisaram, com isso tomei as dores e venho escrever um pouco. 


Doeu. Doeu muito. Chorei muito. Corri desesperadamente pela casa achando que o buraco nunca, em momento algum, iria se fechar, cicatrizar e esperar para ser machucado novamente - ou não. Mas quem vê na rua, acha que estou bem, feliz e que sou forte. De forte tenho muito, mas hoje estou fraca, triste e depressiva. Tenho muita maquiagem e truques para disfarçar. Saio feito dama de ferro, entro em casa como taça de vidro, quebrada. 

Não me dou a chance de você sair pela melhor, claro que não. Se acha que estou sofrendo, queridinho, você está certo. Estou sofrendo mesmo. Mas vou postar uma foto linda na festa, com as amigas, com aquele cara que você odiava. Vou sorrir no flash, vou seduzir naquela rede social. Vou continuar quebrada, mas você não terá oportunidade de saber que estou ferida, que te amo e que estou morrendo de raiva por você estar se envolvendo com uma vagabunda qualquer. Trocada por uma vagabunda qualquer. Te odeio. 

Outra foto sorrindo, essa com permissão de legenda zueira e feliz. Muitas curtidas, comentários e sucesso. Continuo me sentindo um lixo, droga, vou colocar uma música para sofrer e chorar até dormir. 

Foto na academia, voltei a malhar e meu corpo deu aquela levantada, pintei o cabelo. Olha o quanto estou feliz, olha olha olha. 

Estou um caos, não quero sair da cama, já cansei de chorar. Fazem meses, não estou feliz. Mas eu estava feliz ontem, quando sai com as minhas amigas, beijei o cara mais bonito da festa. Mas eu estava feliz aquele dia quando troquei a foto do perfil, onde eu estava sorrindo e... 

Não estou feliz.

Mas ele não vai saber que estou assim por causa dele, ninguém irá saber. Sofrerei calada, postarei somente coisas felizes e frases de que sou a pessoa mais feliz do mundo, mesmo não sendo. Internet nos da uma facilidade muito grande, meu mundo pode acabar e ninguém saberá. 

x x x

O fato é que fiquei com preguiça de terminar esta crônica, mas venho falar, que assim como em Divertida Mente, a tristeza é capaz de trazer pessoas para perto da gente, pessoas que são capazes do nos confortar, segurar a barra e nos amar, como devemos ser amados. 

_DEIXE UM COMENTÁRIO

  1. Que crônica maravilhosa, li tantas verdades que nem sei o que comentar.
    Acho que o final foi melhor do que poderia ter pensado.
    Beijo

    www.tecontopoesia.com

    ReplyDelete
  2. Que amor! Realmente todo mundo tem dias assim, mas essa é a vida... às vezes a gente tem que se portar de forte e feliz porque se não a outra pessoa começa a se achar importante demais né?
    www.belapsicose.com

    ReplyDelete