27.12.15

Há um oceano de lágrimas dentro dos meus olhos dizendo que

Junto com as coisas boas, as ruins adam de mãos dadas. Essa é uma história bem antiga: você machuca o coração de alguém e outro alguém machuca o seu. Nada intencional, porém doloroso.

E eu sinto uma dor enorme, da qual talvez essas palavras que escrevo acalmem os demônios. Amigos, quando você se apaixona é algo tão gostoso e forte que não deveria ser cortado na metade, deveria ser um sentimento de ser sentido até o fim; até o lado bom for menor que o ruim. Amigos, escrevo nesse teclado com muitas lágrimas no rosto o que coração, talvez a mente e o subconsciente estão sentindo nesse momento: o pior de tudo é que era bom, na verdade, muito bom. Todos aqueles beijos, as mãos dadas, a vergonha, os segredos e o íntimo.

Amigos se existe coração ele foi feito para ser sacrificado, porque de sacrifício em sacrifício algo de bom há de se extrair. Por agora não entendo isso, porque dói como se eu fosse uma casca de ovo que se quebra fácil; é como se nada pudesse curar a ferida que arromba meu peito. É como se nada fosse capaz de fazer esquecer uma pessoa, esquecer a fala, a barba, o sorriso, os olhos, os dedos entrelaçados, a imperfeição.

E é nesse momento que você começa amar alguém, quando você olha para o lado bonito e para o feio. Para as boas característica e para as más. E amigos, acreditem, eu comecei a olhar para os lados negativos, feios e errôneos e, te digo, me apaixonei. Eu me entreguei. Eu aceitei todos, porque essa é a primeira etapa para amar alguém e eu estou pronto para amar.

Mas como qualquer outro, eu tenho falhas. E falhas passadas comprometem o futuro.

E por isso digo coração foi feito pra sofrer.

Amigos, eu estou apaixonado. Eu estou muito apaixonado. Meu coração arrebentado. Alguns de vocês nem entendem minha estupidez, mas hão de entender o que sinto nesse momento, é algo tão forte que meu corpo treme e eu mordo os lábios achando que isso vai melhorar. Aperto os olhos para as lágrimas pararem e me encolho na cama. Melhora, mas a ferida, a facada e a escuridão são grandes e te seduzem: você apenas sofre como uma criança com medo do bicho papão.

Voltando a falar de sacrifício, gostaria de deixar claro que eu me entreguei de alma, coração e corpo. Apostei as fichas que tinha e criei expectativas, planos, sonhos - tudo à cor, sorriso e calma. Criei beijos nos meus sonhos, abracei cada detalhe, intensidade e satisfação. Me sinto incompleto porque quero mais daquilo, quero mais daquele beijo, quero mais daquele cheiro que me vicia, me excita e me faz querer sempre mais. Amigos, quero ser beijado forte e ganhar cosquinhas na barriga, quero poder dançar aquela música que considerei nossa. E não posso ter, infelizmente.

E por isso digo coração foi feito pra sofrer.

Mas não há solução, quem busca um amor sabe como é, sabe que é dolorido esse caminho, sabe que dá uma vontade de implorar pra voltar, contudo sabemos que dos sentimentos alheios não tomamos conta; agora é aproveitar esse momento, lembrar das coisas boas, do primeiro mês de namoro, das loucuras, dos sorrisos, dos cochichos e deletar as fotos. Não há nada de errado nisso amigos, em buscar sofrer um pouco, pensar nos erros e nos e se... Eu não teria feito diferente; não teria porque talvez tudo deva acontecer dessa forma, talvez esse menino precise me fazer chorar, precisa me fazer cair de joelhos e pedir para essa dor acabar. Eu sei que boas histórias vou contar, porque amigos eu só tive história boa com esse rapaz, ele me amou à sua maneira e eu me senti amado. Acabou, mas além da cicatriz algo ficou.

E eu sou imensamente grato à isso. 

Postar um comentário

© setecoisas.com.