27.10.15

Reticências que outubro finalizou

Pai do céu, faltam pouco mais de dois meses para o ano enfim acabar. E ainda no finalzinho desse mês recobro-me de um monte de coisas que vivi durante essas duas últimas quinzenas. Agora estou postado na minha cadeira de couro altamente confortável redigindo sobre meu cotidianismo, coisa que não é tão agradável assim:

Eu nem lembro mais como meu mês começou, poucas coisas aconteceram de incrível (além desse texto polêmico, e das sextas à noite e alguns domingos periódicos). Bom, como qualquer outro ser humano normal decidi ter um filho, mas para não ser uma história abrupta lhes conto a verdade, ao descobrir que minha mãe iria à floricultura, para povoar seu maravilhoso jardim com nova espécimes, pedi com olhos de gato-Shrek que me trouxesse um cacto, claro que não poderia ser um bicho que respira e caga - não me sobraria tempo para redigir esse texto, acredite.

Uma foto publicada por igorthiago (@igormedeiroz) em

Após a compra do meu maravilhoso cacto, descobri que não sei muita coisa sobre plantas - por favô se tiver dicas deixe um kit aqui em baixo, aceito também vasos e outros tipos de suculentas -, decidi que começarei a cultivar pequenas coisas, então plantas minusculas que adentrem o meu quarto! Voltei a fotografar plantas por todos os lugares, quem me segue no instagram já deve ter percebido a floresta que surgiu por lá.

Uma foto publicada por igorthiago (@igormedeiroz) em


Ok, acabei de ser atacado por uma formiga.

Deixando os ataques de lado, desses últimos dias tenho me questionado bastante sobre criar um canal no youtube, onde eu falaria sobre assuntos relacionados a este blog e coisas aleatórias como: orientação sexual; tocando nesse assunto tão ~polêmico~ resolvi criar uma, não sei muito bem como chama isto, hm, arte (?) - e, finalmente, voltar a praticar o conhecimento adquirido alguns anos atrás no Photoshop.


Achamos que todo tipo de amor é (e sempre será) válido!


Creio que esse mês terminará como os outros, corrido e vamos nem dar conta que já passou. Odeio o fato das coisas estarem passando muito rápido ou somente o fato de não estamos conseguindo mais administrar os nossos tempos; também, moro duas horas da cidade "grande", fica meio horrível fazer as coisas dentro de um ônibus lotado que ninguém se oferece para carregar sua mochila de marmitas.

Obs: cortei o meu cabelo, achei que ficaria maravilhoso, toda via, talvez eu poste uma foto minha nesse posts daqui dois meses apenas.

Postar um comentário

© setecoisas.com.