28.9.15

Filme: "Quarteto Fantástico"

Quarteto Fantástico, 2015
Josh Trank
1h41min
Quatro adolescentes são conhecidos pela inteligência e pelas dificuldades de inserção social. Juntos, são enviados a uma missão perigosa em uma dimensão alternativa. Quando os planos falham, eles retornam à Terra com sérias alterações corporais. Munidos desses poderes especiais, eles se tornam o Senhor Fantástico (Miles Teller), a Mulher Invisível (Kate Mara), o Tocha Humana (Michael B. Jordan) e o Coisa (Jamie Bell). O grupo se une para proteger a humanidade do ataque do Doutor Destino (Toby Kebbell).
Eu apenas adoro Quarteto Fantástico, um dos filmes favoritos da minha infância. Até que esse ano saiu um "relançamento" da história, uma decepção, não é mais meu filme favorito - pelo menos não essa nova versão, cheia de efeitos maravilhosos e um enredo que teve de tudo para ser bom, mas que foi longe disso.

Assim como eu conversei com a minha tia, uma história boa, porém não estudada e atores em desenvolvimento. Esse filme começou muito lento e terminou muito rápido, tivemos muito tempo explorando história dos personagens, infâncias e coisas do tipo, mas na hora do pá-pow não temos nem dez minutos? Não quero ser chato, nem tirar sua vontade de assistir a este movie. Mas se você tem a oportunidade de escolher entre Quarteto Fantástico e qualquer outro filme, escolha qualquer outro filme. Eu assisti no cinema, para meu coração e bolso, não gastei nada. Meu amigo, Carlos, ganhou duas cortesias, se não fossem as cortesias eu teria me suicidado naquele quarta-feira, no cinema do Pátio Brasil. 




Me senti desanimado com a história, estava indo no caminho tão bom, estava conseguindo me conectar a história e o filme acaba. Desliga o telão. Vamos embora. Não tive muito o que comentar, após o filme, mas os trailes pré-filme, foram maravilhosos, acho que podemos falar disso não é?  

Não. Foco, Igor.

Esse foi um filme que assisti e falei: legal, não assistiria novamente, somente as versões antigas, que até hoje me fazem vibrar, pouco, mas fazem. Hoje temos uma grande, grande mesmo, qualidade nos filmes na parte de efeitos gráficos, esse filme usou bastante e não tenho o que reclamar, mas do que adianta ter efeitos maravilhosos se a história não é? 

Postar um comentário

© setecoisas.com.