Resenha: "A Teoria de Tudo: A Extraordinária História de Jane e Stephen Hawkin", de Jane Hawkin

A Teoria de Tudo
Jane Hawkin
Editora Única, 2015
448 páginas
A história de Stephen Hawking é contada pela luz da genialidade e do amor que não vê obstáculos. Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é pelo menos diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos entre eles aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade, Stephen. Descubra a história por trás de Stephen Hawking, cientista e autor de sucessos como Uma breve história do tempo, que já vendeu mais de 25 milhões de exemplares. Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos, enquanto conhecia a jovem tímida Jane, Hawking superou todas as expectativas dos médicos sobre suas chances de sobrevivência a partir da perseverança de sua mulher. Mesmo ao descobrir que a condição de Stephen apenas pioraria, Jane seguiu firme na decisão de compartilhar a vida com aquele que havia lhe encantado. Ao contar uma trajetória de 25 anos de casamento e três filhos, ela mostra uma história universal e tocante, narrada sob um ponto de vista único. Stephen Hawking chega o mais próximo que alguém já conseguiu de explicar o sentido da vida, enquanto Jane nos mostra que já o conhecia desde sempre: ele está na nossa capacidade de amar e de superar limites em nome daqueles que escolhemos para compartilhar a vida. O livro que inspirou o emocionante filme A Teoria de Tudo.
"A teoria de tudo" é um livro denso, forte e completo, que busca contar sobre o relacionamento do famoso Stephen Kawking e de sua ex-esposa Jane Hawking, e de como eles, juntos, enfrentaram a temível doença de Stephen. O livro se trata de uma biografia, vivida pela própria autora, explorando dificuldades, tristezas e momentos de felicidade em que o casal passou junto - logo você percebe que não é tão difícil entrar na história e se apegar com os personagens, Jane, se esforça em contar uma história pura, contagiante, íntima e sincera. O livro em si, é somente parte da vida de Jane, não teria como ela transpor tudo o que passou ou tudo o que sentiu, então, em parte, temos um resumo dos 25 anos que o casal passou juntos antes da separação.


Stephen foi diagnosticado cedo com uma doença degenerativa, e sua vida começará a mudar radicalmente após a descoberta. Ele e Jane, estão cientes de como será a nova vida. Apesar de já saberem do que poderiam passar, eles não imaginam o quanto será fácil: afinal, eles vão realmente viver àquilo - a vida do casal começa a se modificar juntamente com o avanço da doença de Stephen.

Uma das coisas que mais pode mudar alguém é: quebrar a rotina. E a doença de Stephen faz isso, bem no meio de bons momentos. Para Stephen não foi fácil, afinal, sua carreira já era bastante difícil quando ele já era "normal" e quando a doença começou a atacar, muitas pessoas da sua área passaram a "desconsiderá-lo", porém ele sempre teve Jane, desde os primeiros dias de namoro até alguns anos atrás. A doença muda a vida tanto de Stephen quando de Jane de uma maneira absurda: ele não poderá mais fazer suas necessidades básica, sendo assim Jane tem que ficar sempre em cima e fazendo adaptações na casa para deixar o marido mais confortável.

O amor e a esperança é o que realmente movem o livro: dá para sentir de longe o amor que os dois sentem um pelo outro, é alto tão forte e intenso que chega a ser emocionante durante as páginas. Em contrapartida temos o sonho de Stephen em mostrar suas teorias sobre o universo.

Eu, particularmente, gostei bastante desse livro. Gosto de ler livros que contam histórias verdadeiras e emocionantes, estou louca para assistir o filme que saiu faz algum tempo, creio que vou gostar bastante já que gostei tanto da escrita e história de Jane e seu marido.

  1. Não vi o filme, nem li o livro, mas sua resenha me deu vontade de fazer os dois. Livro primeiro, claro. Gostei da sua escolha de palavras e de como descreveu a história. Parece ser realmente muito bom.
    Seu blog é muito legal, Igor.

    Beijos,
    Bi.

    - www.naogostodeunicornios.com

    ReplyDelete