Resenha: "A Ascensão das Trevas", de Morgan Rhodes

A Ascensão das Trevas
Morgan Rhode
Série: A Queda dos Reinos, volume 03.
Editora Seguinte
422 páginas
Depois de conquistar Mítica inteira, o rei Gaius ainda não está satisfeito: sua nova missão é encontrar a Tétrade, quatro cristais mágicos perdidos, capazes de conferir poderes indescritíveis a quem os reunir. Para isso, ele conta com os conselhos de Melenia, uma imortal que o visita em seus sonhos e que o instruiu a criar uma estrada ligando todos os reinos. Gaius acredita que está no caminho certo e que Lucia, sua filha adotiva, será a chave para localizar e despertar os cristais. Para seu deleite, os poderes de Lucia estão cada vez mais fortes, e um vigilante exilado aparece para orientar a feiticeira.
Mas o Rei Sanguinário não é o único que cobiça essa magia milenar: vindos de Kraeshia, um império vizinho muito influente, o príncipe Ashur e a princesa Amara conhecem as lendas de Mítica e desconfiam que a Tétrade não seja apenas um mito. Logo eles entram na disputa e buscam seus próprios aliados nessa corrida pelo poder.Um período de trevas se abate sobre Mítica, e nesses tempos sombrios Jonas, Cleo, Magnus e Lucia precisam descobrir o quanto antes em quem podem confiar.
"A Ascensão das Trevas" é o terceiro livro da maravilhosa série A Queda dos Reinos  e começa exatamente onde A Primavera Rebelde acabou. Sempre acabo os livros dessa série sem expectativas, porque não sei o que vai acontecer com os personagens, mas sempre me surpreendo bastante a cada volume. A narrativa sempre toma direções bruscas e cruéis, os personagens sempre sofrem e sofrem, o mal parece sempre reinar. Eu amo essa série. 


Sempre fui afoito em falar de Rhodes, por sua escrita maestra e limpa, uma história direta ao ponto sem muitas delongas, mas capaz de ganhar o leitor na maioria dos capítulos. Lembro-me que quando li A Queda dos Reinos fiquei atordoado com a facilidade da autora ter me ganhado em poucas páginas e ficar torcendo por esses personagens; nesse terceiro volume deparamos com uma narrativa ainda mais furtiva e empolgada, recolhemos diversos pontos de vistas nessa obra, o que achei deliciosamente genial, pois a cada volume cresce ainda mais o elenco de personagens e, infelizmente, a medida que cresce também morre. 

M o r t e. Será que Morgan tem fascinação por isso? A Ascensão das Trevas é um livro sadicamente perigoso para quem, como eu, cria vínculos com personagens. É difícil não se apegar com os personagens dessa série, por mais que eles sejam maléficos ou inocentes há sempre algo que chamam atenção e que os diferem, claro que a autora não é louca de matar os nossos protagonistas principais; Lúcia, Magnus, Jonas e Cleo, mas ela não impede que eles entrem em enrascadas e até mesmo tentem se matar. O livro é mergulhado em sangue e o ódio, vingança, medo e amor são sentimentos que realmente vão dar trilhos e dar continuidade a história. 


Além de uma história bem desenvolvida, temos personagens que nos ganham com facilidade. É impossível não vibrar a cada página com os protagonista, na busca pela Tétrade, iremos entrar ainda mais no passado e vida de Magnus, Lucia, Jonas e Cleo - não somente deles, mas de vários outros. Os personagens, posso dizer, são o que me faz realmente a dar a nota cinco ali em cima, pois estes são cheios de si e maravilhados de experiências boas e terradoras. 


O amor é um tema-chave nessa série. Em contrapartida com a sede de vingança temos um sentimento muito bonito, o amor, mas também temos personagens que não sabe fazer o uso desse. Desde o primeiro livro venho observando muitas tragédias acontecerem por causa desse sentimento, desde mortes à injustiças, alguns personagens fazem o uso do sentimento para conseguir o que quer e alcançar o poder. Poder. O poder é o foco principal do livro, e já ressaltei isso em outras resenhas, todos os personagens desse livro estão querendo somente poder - seja para fazer o mal, seja para fazer o bem. É fácil observar a ganância e o que esses personagens estão dispostos para satisfazerem o próprio ego, but, isso não se aplica a todos os personagens. 


Eu sempre irei recomendar os livros dessa série, são todos dignos e sempre melhoram a cada volume lançado. Creio que o último livro será lançado ano que vem, infelizmente, terei que sofrer horrores à espera desse livro, espero que a Editora Seguinte publique aqui no Brasil antecipado como foi com os outros volumes, ah, sem falar no trabalho e cuidado que a Editora tem os seus lançamentos. Recomendo muito esse livro para os fãs do gênero e para os que também não são, esses personagens vão arrancar suspiros! 

  1. Oie Igor, tudo bem?
    Menino eu não conhecia essa série, acredita?! >O< Só acho que vi a capa de "A primavera Rebelde" em algum lugar e nossa muito caprichada ♥ Quando eu li a parte de se apegar aos personagens me lembrei do livro "Guerra Dos Tronos" mesmo ainda não ter lido, vejo muita gente falando que é o G.R.R Mantin é um terrível assassino de personagens, acho que o Morgan também é assim (ele é?). E outra coisa que gostei foi saber que a história é muito bem desenvolvida, vou ser se compro esse livro pois adorei teus comentários *-*

    Abraçosss,
    Luan || http://umgrandevicioliterario.blogspot.com.br/

    ReplyDelete