Resenha: "Fatos aleatórios de alguém aleatório para você, aleatório", de Wilton Vital

Wilton Vital
Editora 42
126 páginas
★★★★★

Fatos Aleatórios celebra o 'ser ímpar' contando histórias da vida íntima e fantástica do personagem Wilton Aleatório Vital, pseudônimo egocêntrico do autor.
"Fatos aleatórios de alguém aleatório para você, aleatório" (ufa) não é um livro de ficção, não é um livro que trava uma história fantástica e muito menos uma história incomum - na verdade a história de Wilton Vital é um pouquinho incomum, sim. O livro é um autobiografia, cujo de início criei um certo pré-conceito, ainda não gosto de livros no estilo biográficos, no decorrer das páginas o autor, com sua escrita amigável, mantém o leitor ali conectado por boas horas. 

Logo nas primeiras páginas sabemos que não é uma história continua, são recortes do passado e da vida de Wilton Vital. O autor da a liberdade de conhecermos bastante da sua vida, pude sentir o quanto ele se expõe em poucas palavras de uma maneira tão simples e engraçada, o autor por meio de muito humor insere fatos que fizeram parte da sua vida - brigas com os irmãos, brincadeiras malucas, experiências no primeiro emprego etc. Alguns fatos bem engraçados, outros macabros e alguns outros bem sofridos. É claro que o autor não dispõe toda sua vida nas poucas páginas, mas dá para perceber como algumas coisas do seu passado o auxiliou para um bom futuro.
“Eu fui diagnosticado como portador de DDA, autista, esquizofrênico, e mais um monte de coisas. Sempre que ia ao médico, voltava com algum ‘distúrbio de comportamento’. Fiquei sabendo desses diagnósticos muito tempo depois, conforme minha mãe foi me revelando”.
Creio que a narrativa de Fatos Aleatórios seja como conversar com o autor - assisti alguns vídeos dele, adicionei no facebook e tudo mais - além de pura simpatia, ele é super engraçado, assim como o livro. Essa mesma narrativa faz o leitor sentir nostalgia do próprio passado, das brincadeiras, peri-peças e muitas outras coisas. Contando fatos aleatórios o autor faz com que qualquer um se aproxime de uma forma mais simples e fácil - sem dúvidas conhecer a vida de alguém é enigmaticamente interessante (ainda mais quando essa te faz rir muito). 

A Editora 42 fez uma ótima aposta, um livro extremamente engraçado e que ao mesmo tempo não é tão importante assim. Um livro que deixa a gente feliz e nos faz pensar na nossa vida, como ela foi e como talvez, um dia, será. Digo que "Fatos aleatórios de alguém aleatório para você, aleatório" é um livro antidepressivo, cujo você ouve (lê) alguns problemas do autor e vê que não é o único que possui problemas, é um livro em que Wilton realmente parece conversar com você. Adorei. 

  1. Gostei muito da sua resenha :)
    Eu tenho a editora no facebook e já tinha visto o livro, mas essa é a primeira resenha que leio e gostei muito! :D
    O livro parece ser uma leitura muito agradável mesmo (:

    Até o/
    http://tamigarotaindecisa.blogspot.com.br/

    ReplyDelete