// 30 Oct 2014

Blogagem coletiva: Analisando meu blog



Essa postagem surgiu através do Rotaroots, um grupo de blogueiros com o intuído de aproximar ainda mais a blogosfera, para se conhecer, fazer postagens interessantes e principalmente trazer aquele velho mundo blogueiro. Para conhecer o projeto, basta acessar o site.

Um novo emprego sem remuneração 

Sempre fui afoito a escrever e parafrasear sem sites, minha mini-carreira-como-escritor começou ainda no Orkut, criando várias comunidades de textos e frases, como não bastava o tempo "perdido" nas abas no Orkut, passei a escrever diariamente no tumblr, mas era criando e deletando, nunca estando satisfeito. Até depois de um tempo parei de escrever, parei com a vida de blogueiro - até então eu não sabia a existência do termo. Mas eu não sabia que a minha vida já estava rendida a ser blogueiro, alguns anos depois, continuei escrevendo somente em diários e caixas de textos. Até que, que eu comecei a me interessar pela leitura e conheci os blogs literários. Tan dan. 

Uma das coisas que me fez criar o blog foi, sem dúvidas, a blogosfera literária, mas esse não era o foco total do meu blog, aliás como eu disse "meu" blog, cujo falaria de coisas minhas, experiência e produções mal escritas dos meus textos. Então eu criei, com cara o coragem (muita coragem) um novo espaço na internet, o meu primeiro blog e este o qual você está lendo esta postagem.

O Sete Coisas, para mim, é uma das maiores experiências que pude e posso estar tendo nesse momento da minha vida, o blog me acompanha há 2 anos. De lá para cá mudei tanto minha técnica de escrita, de ver o mundo e até mesmo de ler livros. No começo eu escrevia (muito) errado, algumas postagens com erros grotescos de português - ainda cometo alguns vários. Mas posso observar através desses erros a minha melhora gradativa e também posso ver (e rir) dos meus antigos erros e não comê-los mais. 

O surgimento do Sete Coisas

Sou estritamente chato com nomes, então chegar ao Sete Coisas foi algo bem complicado. Primeiramente, como já disse, o blog cresceu a partir de inspirações literárias, então o nome era Desleituras em série, mas não tardou muito eu achar o nome longo demais, pouco original e desfavorável não só ao escrever, mas também explicar. Ainda sim, mesmo odiando nomes longos demais o blog passou a se chamar Universo in on click - Universo em um clique - o qual o meu amei de início, porém foi perdendo a graça por ser tão longo e o nome em inglês, eu ainda não havia encontrado a minha identidade, algo falasse que era meu. 

Em um dia comum decide fazer uma votação na escola de nomes mais viáveis para blogs, não vou negar que surgiu uma vastidão de nomes bizarros e engraçados (o qual eu até tinha gostado de alguns), mas foi ouvindo uma música que o nome do blog surgiu. Começou a ser chamar 7hings (fazendo apologia de 7 igual a T, logo, 7 things), mas eu sabia que o nome devia ser brasileiro, portuguesado, na minha língua, então ainda no mesmo ano paguei outro domínio com: www.setecoisas.com

O blog começou falando de livros, depois comecei a publicar textos escritos por mim, e mantenho esse costume até hoje, o blog parece ser muito literário, mas esse não é o foco. Visto que são Sete Coisas; sete coisas que me fazem feliz. Ultimamente não tenho me dedicado tanto ao blog, com postagens diárias ou planos, estou passando por uma mudança na minha vida e eu quero levar o Sete Coisas juntamente comigo, porém ainda não aceitei a tal mudança, para vir arrumar, aqui, meu lar. 

Sempre gostei da área visual de um blog e logo comecei a investir na aparência de que o "Sete Coisas" precisaria tomar, deixa-lo mais parecido comigo e ao mesmo tempo um lugar aconchegante para os leitores. Estou sempre fazendo apostas bem distintas em cada layout, mudando totalmente a versão de um para outro: afinal, muitas vezes estamos nessa ruptura de momento ou passagem para uma mudança completa. O último layout é algo bem limpo, mas que já está ultrapassado (para mim), entãaaao logo teremos outro visual em breve (não vai demorar!).

 Hoje o blog não está a minha cara e não está do jeito que eu quero, ando um pouco ocupado demais para o meu blog - faculdade, cursos, responsabilidade. Mas mesmo não estando da forma que eu quero, esse é o meu cantinho na internet, e não o troco. Simplesmente não dá para trocar todo o carinho que recebo diariamente, os e-mails, os comentários... nossa! É tão gratificante receber elogios e críticas que te ajudam, por esse motivo eu recomendaria a todos terem um blog

_DEIXE UM COMENTÁRIO

  1. Poxa, que legal.
    Esse negocio de criar um nome eh muito difícil!!!
    Mesmo que vc não ganhe $ com isso, vc tem um outro tipo de retorno que eh gratificante certo? Vc sendo feliz eh o que importa

    ReplyDelete