Resenha: “A guerra dos Fae — As Crianças Trocadas” de Elle Casey

Autora: Elle Casey
Editora: Geração 
Páginas: 287
Serie: A Guerra dos Fae, volume 1
Avaliação: ★★★★
Eu queria ser especial. Eu queria ser mais.
Jayne, uma adolescente rebelde e descarada (fala tudo o que pensa), tem 17 anos e está achando sua life a coisa mais entediosa do mundo e não vê como poderá mudar o rumo da sua preciosa vidinha, porém ela tem fé de que algo extraordinário irá acontecer. Quando a jovem é assediada pelo seu padrasto, decide fugir junto com o seu melhor amigo o nerd, Tony. Somente com o plano de fugir e juntar dinheiro para a fugá, os dois jovens estão totalmente despreparados para o que poderá acontecer. Assim que os jovens chegam em Miami e veem que estão "perdidos" e sem dinheiro, eis que aparece o misterioso Jared, que por incrível que pareça, ajuda os jovens oferecendo comida e abrigo.  

Precisando de dinheiro os jovens se oferecem para serem "usados" em testes de aptidão física, a empresa que promove esse "projeto" é misteriosa e ninguém nunca ouviu falar, quem aguentar até o final do experimento poderá ganhar muito dinheiro. Como eles precisam de dinheiro, eles se arriscam e lá mesmo são dopados e sequestrados; os jovens são despejados em uma floresta no meio do nada. Mas se você pensou que o problema é ser sequestrado e estar em um lugar que você não conhece, você pensou errado, porque logo os jovens irão descobrir os seres que habitam a floresta e terão que lutar por suas vidas contra vários tipos de monstros: lobisomens, gnomos e outros seres sobrenaturais.

"As crianças Trocadas" é o primeiro livro da série A Guerra dos Fae, dando início a uma aventura deliciosa e divertida. A leitura surpreendeu-me bastante, pois eu não esperava nada de Elle Casey, a leitura de As Crianças Trocas foi uma escolha aleatória e na mesma hora que comecei a ler eu não larguei mais e quando acabou o livro já fui lendo um pedaço  do próximo. 

A campeã de vendas de livros independentes na Amazon, Elle Casey, criou com perícia uma história envolvente, abusando e usando da originalidade. Possuidinho uma escrita leve e de fácil compreendimento a autora encanta leitores com a sua facilidade em passar as sensações e cenas, além de estabelecer um vínculo agradável entre o leitor e os personagens. A narrativa flui velozmente entre as páginas (eu que diga, li em um dia). Elle Casey se revela com sua série um grande talento na literatura fantástica e, mesmo achando a leitura um pouquinho infantil esse livro não é para crianças, Elle constrói uma personagem que usa muitos palavrões - o que não é nada típico para protagonistas mulheres, mas achei diferente e até mesmo cheguei a gostar dessa eventualidade. 

Os personagens de Elle Casey são todos jovens e bem explorados, assim como os personagens principais os seres do mundo de Fae também possuem sua singularidade, são todos bem descritos e ricos de originalidade; com defeitos e qualidades os personagens parecem muitos com os jovens que já conhecemos: rebeldes e em busca de aventura.  Jayne é uma heroína com a boca muito suja, o que me incomodou no início da leitura (meninas xingando é tão feio), mas por esse lado meio "másculo" da garota o livro se torna uma comédia - adeus livros que mulheres são princesinhas. 
Nos botaram numa floresta com monstros meio humanos que gostam de sugar a vida das pessoas! Sabe o que isso significa? Vampiros! E não estou falando dos vampiros gostosões do Crepúsculo, não.
 Mais um fantástico que vale muito a pena ser lido, deixa grande expectativas para a continuação, afinal, aquele fim foi muito, muito malvado. Recomendo para que gosta de fantásticos e seres sobrenaturais. Uma boa deixa para passar o tempo e rir um bocado.

Beijos! 

_DEIXE UM COMENTÁRIO

  1. Esse é um livro que eu quero ler! Me encantei com a capa, me interessei pela sinopse. E fico feliz em ver que a sua resenha é positiva e o livro é engraçado! :D
    Abraços!!

    ReplyDelete