Resenha: "O Lado mais Sombrio" de A. G. Howard

Autora: A. G. Howard
Editora: Novo Conceito
Páginas: 368
Avaliação: ★★★★
Série: Splintered

O Lado mais Sombrio é um livro deliciosíssimo, é uma alternância do mundo de Alice no País das Maravilhas, o mundo de Howard é sombrio, gótico e mórbido - uma leitura deliciosa, uma narrativa macabra, louca, perturbadora e de tirar suspiros. 

Não sou acostumado a ler versões diferentes dos contos de fadas, o romance de Howard é o primeiro que vejo "baseado" em toda a magia do País das Maravilhas. O pior de tudo é que não eu não li o livro de Lewis Carroll, acho que eu tenha ficado um pouco perdido no romance devido não conhecer a verdadeira história de Alice, mas também acho que não precisaria ler Carrol primeiro para poder entender a história de Alyssa. 

Alyssa Gardner é uma adolescente normal, com apliques coloridos e jeito rock 'n' roll, porém essa normalisse acaba quando a jovem começa a ouvir o que as plantas e insetos tem a falar - como se insetos falassem Alyssa também passa a conversar com eles. Alyssa é tataraneta de Alice Liddel, a famosa Alice que inspirou os escritos de Carroll, e por isso ganha piadinhas de mal gosto. Mas quando tudo começa a ser tornar realidade, quando aparições do mundo "carroniano" desembrulham o passado da família Liddel, Alyssa terá que tomar as decisões certas para salvar sua família e ela mesma de uma maldição causada por sua tataravó. 


A. G. Howard conduz o leitor com maestria em sua escrita submersa e macabra, toda aquela fofurisse da Disney, todo aquela cor, personagens bobinhos que dá vontade de apertar não existem em "O Lado mais Sombrio", porque assim como o nome do livro, todo os personagens vão mostrar o seu lado mais sombrio. Uma história confusa, mas detalhada e insana a ponto de deixar o leitor atordoado com tudo o que acontece ou em quem confiar. 

A Novo Conceito trabalhou de uma forma magnifica na parte física do livro, mantendo a capa original e uma diagramação muito linda, o nome para o livro não poderia ser melhor, coube de forma perfeita ao enredo. O romance possui uma descrita densa, porém rápida e intrínseca, não deixa expectativas para uma continuação (parece que a história já acabou), mas ainda tem mais dois volumes para vir (eba?). 



Em busca de concertar os erros do passado, Alyssa embarca em uma aventura no país desconhecido das maravilhas, sendo obrigada a não cair na loucura e enfrentar os seus medos. Fazendo o leitor enlouquecer e entorpecer durante toda a leitura, fazer confusões na cabeça do leitor, mas no final fazer entender tudo de uma forma tão... fácil.

_DEIXE UM COMENTÁRIO

  1. A primeira coisa que pensei quando soube do lançamento desse livro foi em um game meio velho que trazia uma Alice no País das Maravilhas macabra e sanguinária, e todo o entorno era bem sombrio e nada tinha de "país das maravilhas". Bom, tenho o livro, mas ainda não o li. Não estou com as expectativas altíssimas, já que releituras de contos de fadas com um quê meio gótico não são a última novidade do momento. Curiosidade, tenho sim, até porque já li outras resenhas positivas sobre o livro. Amo o clássico do Carroll e isso até que faz com que me interesse por O Lado Mais Sombrio.

    Beijos, Livro Lab

    ReplyDelete
  2. Eu já havia lido antes uma resenha desse livro, antes mesmo de eu saber que iria ser traduzido e já fiquei curioso. Mas essa resenha foi bem mais aberta comparada a outra que eu li e fiquei curioso ao dobro haha. Quero ler só quando tiver a sequencia, não sei se vou conseguir esperar tanto hahaha

    Te indiquei a uma tag lá no blog, espero que goste. ;)
    http://blogsonhoselivros.blogspot.com.br/2014/06/tag-o-que-te-diz-o-livro.html

    Ate mais!

    ReplyDelete