Resenha de lançamento: Aristóteles e Dante descobrem os segredos do Universo

Autor: Benjamin Alire Sáenz
Editora: Seguinte
Páginas: 392 (versão de leitura prova, sujeito a alteração de páginas)
Avaliação: ★★★★★ 
"Apenas dirigi. Poderia ter dirigido para sempre. Não sei como consegui encontrar meu lugar no deserto, mas encontrei. Era como se eu tivesse uma bússola em algum lugar dentro de mim. Um dos segredos do Universo era que, às vezes, nossos instintos eram mais fortes que o nosso raciocínio."
De uma coisa é certa: quando você ver uma resenha com o marcador "recomendo" e na avaliação um coraçãozinho, já saiba que esse livro você deve ler, porque 1. eu simplesmente amei, 2. é bem possível que eu tenha chorado 3. você DEVE ler. 

Sim eu amei o livro, sim eu chorei - não foi qualquer choro, foi um choro feliz, choro boboca, choro que você sorri e chora ao mesmo tempo (vai entender). Se não fosse a escrita excepcional de Benjamin Alire Sáenz e seus personagens magníficos, se não fosse pelo intrínseco momento ou sentimento que esse livro ofereceu, eu não estaria aqui, sem saber o que falar - o que é bastante contraditório, pois acho que quando a gente gosta de algo é mais fácil para falar.

"Aristóteles e Dante descobrem os segredos do Universo", que me conquistou desde a capa à última letra, conta a história de um garoto, Aristóteles, que se junta com outro garoto, Dante, para curtir o verão. Mas antes de tudo isso: Ari, como gosta de ser chamado, tem os seus próprios problemas, além de não saber nadar, está sempre em conflito com seu próprio eu, talvez por esse motivo não tenha amigos e não gosta de ser questionado pelos pais; Ari é assombrado pelas memórias de seu irmão mais velho, que é ignorado por todos em sua casa, após à viagem a guerra de seu pai, o relacionamento entre Ari e o velho nunca mais foi o mesmo. Não bastam os conflitos internos do menino. Para com tudo, existe sempre algo bom para balancear o ruim ou o errado. Dante, é um menino completo - enfatiza no completo. Sabe nadar, se conhece e sabe o que quer. Dante tem tudo, tem amor, tem uma família que o ama e o acolhe. Dante, talvez seja o inverso de Ari. Talvez não. Talvez. Talvez.
"Sentei na cama e passei o dedo nas cicatrizes da minha perna. Cicatrizes. Sinal de que você se machucou. Sinal de que você sarou."
Lidamos com tantas assuntos nesse livro: amor, amizade, confiança, crescimento, auto-conhecimento. A compreensão dos segredos do Universo, nessa busca, entramos para uma história de segredos, de cumplicidade e descobertas. Aristóteles e Dante descobrem os segredos do Universo é livro que impacta bastante na atualidade apesar de ser abordado na época de 1988, com o tema-foco: amores entre o mesmo sexo, descobrir que esse era o assunto do livro, foi algo de extrema surpresa para mim (por mais que estivesse louco para ler o livro eu não sabia do que se tratava - não ler sinopses ou reviews, dá nisso) e, será uma surpresa/interpretação diferente para todo mundo que ler: para que aceita ou não aceita o homossexualismo.



Esse é um livro lindo (acho que já deixei bem claro), o motivo para toda essa lindísse é me encontrar nas páginas, é poder sentir de algum modo como eu me sinto ou como eu sou. Com isso percebo que o livro entra para a ala de favoritos: porque ele faz eu refletir sobre o meu próprio eu, sobre o mundo, sobre o mundo ou sobre como o universo é tão misterioso. Não consigo acreditar que Dante e Aristóteles não existem, sabe, eles são tão reais e volúveis, dá para sentir suas palavras ou seus pensamentos. Meu Deus, tire esses personagens dos livros e ponha-os na vida real. 


Benjamin Alire Sáenz é um poeta, é um escritor fantástico. Já me apaixonei por sua escrita, por sua trama logo de cara. Benjamin fala de amor, fala da vida, fala do universo, fala de tantas coisas. Fala de como a gente encontra a gente. Em "Aristóteles e Dante descobrem os segredos do Universo" são escritos muito mais que palavras ou muito mais que cenas, são atitudes ou são sentimentos? Chega a ser algo tocável, delicioso, divertido e por fim feliz. Recheado de um sabor diferente, de um romance adulto, engraçado, mas filosófico e inteligente, afinal, estamos falando de Aristóteles e Dante. 



Não basta um enredo e personagens incríveis, os diálogos fortes e a fluidez rápida, só favorecem e favoritam ainda mais o lançamento da Editora Seguinte.  A aposta do mês de Abril veio para contemplar essa época de transição, a época do de um mundo moderno - em que deve ser normal gostar de alguém do mesmo sexo, assim como gostar do sexo oposto -, mostrando o quão simples é. 
"Fiquei pensando que poemas são como pessoas. Algumas pessoas você entende de primeira. Outras você simplesmente não entende... e nunca entenderá."
Aristóteles e Dante são personagens incríveis, suas personalidades tão únicas e ao mesmo tempo tão iguais a de todo mundo os tornam reais, imperfeitos (e meus?). A história, contada pelos olhos de Ari, não deixa de lado o universo de Dante e sua magnitude; e também em nenhum momento se torna cansativa ou massante, muito pelo contrário, é um livro que você lê e não consegue mais parar de ler até terminar (e eu reli os últimos cinco capítulos só para chorar novamente). 

Preciso escrever um paragrafo explicando por quê recomendar o livro? Não né? Foi isso que pensei. 

"O verão não era feito para garotos como eu. Garotos como eu pertenciam à chuva."

obs1: isso é uma resenha? Eu só falei que amei o livro não é? E ainda assim acho que não sei o que ele realmente significa para mim.
obs2: livro-prova, algumas coisinhas podem mudar, mas a diagramação e capas estão de arrasar.  

  1. Te indiquei para uma tag dar uma olhada depois
    http://livrosseriesemelodias.blogspot.com.br/2014/04/tag-inspiring-blog-award.html

    ReplyDelete
  2. Oi Igor,
    Cara, (lembra que eu expliquei o uso do "cara"?) sem palavras
    Sua resenha está perfeita! Me deu uma nostalgia e agora, eu me senti você em vários aspectos. Li o livro ontem mas reli toda a última parte hoje, para chorar de novo e sofrer de novo!
    Ari e Dante são reais e eu me recuso a acreditar que são apenas personagens!

    Amei demais esse livro e sua resenha fez jus a grandiosidade do livro

    Abração
    Adriano
    geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br - Passa lá ;)

    ReplyDelete