Resenha: Eu compro, sim! Mas a culpa é dos hormônios...

19 Mar 2014

Autor: Pedro de Camargo
Editora: Novo Conceito
Páginas: 192
Avaliação: ★★★★


“Compre pequenos prazeres em vez de grandes objetos.”
Logo de praxe deduzo que é um livro que salvara as mulheres, dando a elas mais desculpas esfarrapadas por os atos cometidos por elas: comprar, comprar e comprar. Em "Eu compro, sim! Mas a culpa é dos hormônios..." somos apresentados em um universo real, onde não só as mulheres compram, mas os homens também. 

Como as mulheres são bem mais loucas em gastar, o livro acaba sendo focado no sexo feminino. A culpa não é transferida ao sexo feminino ou masculino, mas pela genética ou até mesmo fatores que influenciam a gastar; o que é totalmente verdade, pois o McDonald's usa em sua logo as cores laranja, vermelho e amarelo - cores que dão fome e influenciam a pessoa a comer. Além das cores existe bilhares de efeitos e funções que o marketing usa em nós e sob nós, esses efeitos e funções são estudados só para nos fazer consumir mais ainda. Por exemplo: as vendedoras sempre vão te empurrar roupas (por mais que elas fiquem feias) para você comprar, ou quando você vai há alguma festa/bar/show e está tocando músicas rápidas, a intensão de tudo isso é que você possa ingerir mais bebidas. O "material" mais usado é o quê? A TV!  

Exite vários fatores além das funções e efeitos do marketing - decidi falar desse modo - como o humor, o tempo e até mesmo os sentidos. Pedro de Camargo mostra esses fatores e muito mais de uma forma bem dinâmica e até mesmo bem engraçada - não que você vá morrer de rir, mas por você encontrar pessoas que conhece em vários contextos ou até mesmo se encontrar no contexto. 

Eu sou uma pessoa estritamente reguladora e economista, só gasto quando estou precisando, mas as vezes cometo o deslize de gastar por estar triste ou por pensar "vou ficar guardando dinheiro para quê?" e é aí que erro vem. Tenho a ideia de comprar só quando preciso - ao menos quando se trata de livros. Estamos inseridos numa realidade capitalista que comprar nos oferece prazer, realização, conforto e nos deixa feliz (por pouco tempo, mas deixa). E é isso que Pedro de Camargo diz, que compramos nossa "felicidade" mas no final do ano vivemos nossa infelicidade por não fazer uma viagem ou comprar coisa porque não sobrou nenhum dinheiro. 

Publicado pelo Selo Novas Ideias, da Novo Conceito, o livro trás uma solução divertida e detalhada para os nossos consumos exacerbados.  É uma leitura para todas as épocas de grande consumo: Natal, Aniversários, passeios ao Shopping. Aliás, é um livro para todas as horas, porque sempre queremos comprar não é? Quem ai resiste as promoções do Submarino

0 comentários:

Post a Comment