Resenha: O Diário de Carson Philips

Autor: Chris Colfer
Editora: Benvirá, 2013
Páginas: 232
Avaliação: ★★★★

Eu nunca assisti Glee e nunca me interessei, Chris Colfer é dos coadjuvantes da série e a murmúrios de que ele baseou-se em seu personagem Kurt Hummel para escrever a história de Carson Philips.  Baseado ou não, Carson Philips é um personagem engraçado e único - e caso Kurt seja parecido com ele, vale a pena assistir Glee. Na  busca por um sonho (ser Jornalista nas grandes empresas jornalísticas), que parece estar fácil de ser alcançado,  ele fará tudo o que estiver a sua disposição para conseguir o que quer. Até mesmo se tiver que usar seus arqui-inimigos para o seu projeto: escrever uma Revista literária para ganhar pontos e entrar na Universidade Northwestern, aí então realizar seu sonho maior de ser Editor da The New Yorker.


O livro é rápido e objetivo, sem muitas delongas ou qualquer outra minudência que possa atrapalhar uma leitura tão jovial e frequente. Chris ganhou prêmio de melhor ator, mas vejo que como autor ele também merece ganhar prêmios: O Diário de Carson Philips é instigante e passa a sensação de estar crescendo - para quem está no último ano do ensino médio e quer entrar em uma boa universidade -; é também um livro muito próximo da adolescência atual. 


"Às vezes, para manter a sua sanidade mental, você tem que concordar com a idiotice."
Quando entramos para as escolas americanas, já vamos ao clichê: grupinhos divididos (populares, nerds, rockeiros que odeiam a vida, jogadores de futebol...) e também o protagonista ser odiado por todo mundo - menos pela parceira do crime. Já introduzido no mundo escolar conhecido, Chris insere comédia e um pouquinho de drama na sua história (mais comédia do que drama), trazendo um novo aspecto ao clichê. Como eu já disse Carson é um personagem sem igual, tudo nesse livro se deve a sua genialidade e o seu senso de loucura (conquistador e maquiavélico). 

Em O Diário de Carson Philips, não deparamos somente com loucuras e sarcasmos de Philips, o seu lado filosófico tem muito a ensinar para os leitores: lutar por nossos sonhos e não deixar os nossos objetivos serem apagados porque o mundo está trabalhando contra. Quem tiver a oportunidade de ler, leia. É um livro engraçado e com um final surpreendente, que ensina valores de uma forma bem divertida. 

Post a Comment