Resenha: A Queda dos Reinos

Autora: Maorgan Rhodes
Editora: Seguinte, 2013.
Páginas: 408
Avaliação: ★★★★★
Série: A Queda dos Reinos, volume 1.

A queda dos  Reinos é o primeiro livro da série que recebe o mesmo nome, o livro introdutório de um mundo criado por Morgan Rhodes, chamado Mytica. Esse mundo é basicamente divido em três nações: os limerianos (Limeros), os paelsianos (Paelsia) e os auranos (Auranos) e banhado pelo Mar Prateado. A convivência entre esses três reinos é bastante instável e uma paz delicada. Paelsia é o reino mais pobre dos três, só não foi esquecida ainda por seus famosos vinhos que não deixam ressaca. Limeros é um reino mediano, não é pobre nem rico, mas este junto com o primeiro não aceita a glória e a riqueza Aurana. 

A queda dos reinos é constituído de um equilíbrio frágil, que passa a ser ameaçado ainda mais quando um voltinha aurana acaba deixando um morador de Paelsia morto. Isso foi o pontapé para começar uma revolução pelos três reinos. Juntando vários destinos, entrelaçando-os vidas dos personagens Cleo, Jonas, Lucia e Magnus. A magia é o miolo do livro, do enrendo. A magia já foi esquecida por todos que habitam Mytica. Mas para alguns a magia acontecem de forma inesperada, profecias começam a se cumprir. A magia, logo se torna algo indispensável pela guerra que apenas começou no primeiro livro.  

"Até mesmo dentro da pessoa mais sombria e cruel ainda há uma ponta de bondade. E dentro do virtuoso mais perfeito também existem trevas. A questão é: a pessoa cederá às trevas ou à luz? É algo que decidimos com cada escolha que fazemos, todos os dias de nossa existência. O que pode não ser maldade para você, pode ser para outro. Saber disso nos torna poderosos mesmo sem magia."

Toda a supremacia desse livro se deve, sem dúvidas, aos seus personagens. Ricos em imperfeição, cheios de si e construídos de vários sentimentos, todas as características que os formam humanos foram acrescentadas no enredo. A história também se destaca assim como seus personagens, construída em torno de mitos e guerras, estipulada em vingança, tragédias e espereça. 

Não amar a escrita de Morgan é difícil, no começo do livro você pode até repudir a obra: uma descarga em cima do leitor com vários nomes, personagens, conflitos. Contato pela perspectiva de uma terceira pessoa que visa contar a história pelas diversas nações e por personagens que se destacaram em cada local.  Rhodes propôs algo interessante, você vai ficar no lado de alguém, seja dos Paelsianos, Lemerianos ou dos Auranos. Mas o que eu quero é que tudo se resolva e que as mortes e a guerra acabe logo,  não é isso que autora quer. Ela planejou um final fatal que vai deixar o leitor encabulado, querendo uma continuação, com o coração palpitado e dizendo: porrrrrquê? 


Todo o trabalho que a Editora Seguinte teve em deixar essa leitura prazerosa deve ser contada. Além de ser uma história magnifica, a diagramação veio super detalhada, o livro veio acompanhando de uma capa linda e que deixa dúvida de quem seria na capa. E, com o final de A Queda dos Reinos, estou louco para começar a ler A Primavera Rebelde!

Sorte a minha que a continuação já está a venda nas melhores livrarias do Brasil, corra e garanta o seu. 

  1. Oie, não leio muitas fantasias porque não curto muito o gênero. Não sei o motivo, mas sempre acabo me confundindo e me irritando com o excesso de informações e personagens.
    Essa capa é sensacional!
    ;)
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
  2. Quero muito ler esse livro!
    Surpresinha boa no blog!
    http://comportamentorosa.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
  3. Thiago eu adorei a resenha, achei super interessante e a capa do livro é bem chamativa (amo capas chamativas) e achei tudo tão detalhado e lindo por aqui! adorei mesmo.

    Beijus, aparece lá! <3
    http://livemodeow.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
  4. Parece ter uma história interessante para quem gosta deste tipo de literatura, mas como eu não gosto, não chama minha atenção...
    Beijos.

    ReplyDelete
  5. Adorei sua resenha, fiquei super interessada em ler o livro, contando que amo mitos também. E sem falar na capa, adorei demais! Amei seu blog também, curti a fan page :)
    Beijos,
    poderosascomsalto.blogspot.com

    ReplyDelete
  6. Hey Igor, eu não curto muito esse gênero mas amo essa capa *u* Para quem gosta parece muito bom mesmo...

    http://nerdicesdeumagarota.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
  7. Obrigada por passar no meu blog querido. Sim as mulheres adoram um enfeite..rs

    Adorei a resenha, achei interessante, mas não é o tipo de história que eu gosto de ler.

    http://pamlepletier.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
  8. Curto demais livros de aventuras, mas devo confessar que ultimamente não estou tendo muita sorte com os mesmos, mas esse me pareceu bacana, pelo menos sua resenha me passou esta ideia. Até mais, e um ótimo fim de semana.
    http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
  9. Apesar de gostar muito de livros de fantasia acho que não vou querer acompanhar mais uma série do gênero e não me interessei tanto assim pela história.

    Beijo:*
    Naty.

    ReplyDelete
  10. Por favor, que resenha mais perfeita! Não sou fã do gênero aventura, apesar de me considerar uma pessoa eclética. A resenha que você fez desse livro está incrível! Me deu uma vontade de comprar... Me segurando aqui.
    Beijinhos <3
    http://www.momentosassim.com/

    ReplyDelete
  11. Que bacana esse livro.
    big beijos

    ReplyDelete