12.9.13

Resenha: Refém da Obsessão

Autora: Alma Katsu
Editora: Novo Conceito, 2013
Páginas: 352
Avaliação: ★★★★★
Série: The Taker, volume 02

Imagine uma história construída de lembranças vagas e muitas delas destruídas por sentimentos de medos, repreensões e tristeza. Há duzentos anos Lanore – apelida como Lanny – está liberta das garras do demônio Adair. Quando se tem uma vida infinita os anos passam tão rápidos, as pessoas que você ama morrem e desaparecem, por décadas Lanny observou seus finitos amores sendo apagados pelo tempo. Os diversos nomes e disfarces não adiantarão e nem a escondera das garras de Adair quando este estiver liberto. Agora que a presença maligna de Adair passou a ser sentida, todos os recursos de Lanny serão infantis ou fracos para evitar. 

Refém da Obsessão é sem dúvidas um romance muito romântico. No segundo livro da série The Thaker, percebi o motivo que fez as mulheres realmente gostarem do livro, além de abordar cenas calientes, o livro trouxe aquele galã de novela malvado e apaixonado. E cá entre nós toda mulher gosta de um pedaço de mau caminho! Mas ainda aborda um amor medonho e psicopata (poderia assim dizer?), até onde o amor e o ódio iriam para conquistar alguém? Adair precisa mesmo amá-la se ele tem todo o poder e soberania sobre Lanny?
“Não podia estar apaixonada por um monstro. Não me permitiria estar apaixonada pelo demônio.” Página 162. 
Faz um bom tempo que li O ladrão de Almas, mesmo com um tempo a leitura dos dois livros, eu passei a lembrar de coisas que aconteceu no primeiro livro – sim, sou péssimo de memória –, cenas que marcaram o primeiro volume veio através de diálogos no segundo. Aí você pode pensar que é um livro chato ou enrolado, muito pelo contrário, Refém da Obsessão comparado ao primeiro, veio com muita agilidade e fluidez na leitura e entre suas cenas e seus personagens. 

Para quem gosta de alquimia – como eu – irá adorar a série, já que um dos propósitos usado pela autora são a infinidade e poderes através de misturas químicas, a presença de alquimia no segundo volume veio mais fraca que no primeiro, mas mesmo assim é abordado algumas sequências, sendo assim vale lembrar que o foco principal não é alquimia.

Ressalto como na resenha de Ladrão de Almas que a escrita de Alma Katsu é envolvente e deliciosa. Acrescentada de mistério e suspense sob invólucros e sentimentos perturbados. Deixando mais uma vez o leitor necessitado de um próximo livro ou de um acontecimento breve. Na cabeça do leitor fica a expectativa do que acontecerá não somente com a protagonista Lanny, mas com todos os personagens. 

Cenas calientes, um amor imaturo e psicopata espera por você no segundo volume da Trilogia The Taker, cheio de ação e confusão entre os protagonistas infinitos. Alma Katsu no segundo volume já preparou o terreno para um terceiro, fazendo um final arrebatador e maldoso.
“Mas é isso que o amor faz. Ao mesmo tempo em que você o torna mais forte para algumas coisas, torna-o mais fraco para outras. Tudo que se ganha de um lado, perde-se do outro.” Página 236

Um comentário

  1. Não li sua resenha, ainda não li o livro anterior, maaas minha mãe leu, e ela gostou!
    Beijão!
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir

© setecoisas.com.