29.8.13

Resenha: "A menina que semeava" de Lou Aronica

Autor: Lou Aronica
Editora: Novo Conceito, 2013.
Páginas: 416
Avaliação: ★★★★★ 
"É preciso noite para surgir o dia" 
A menina que semeava era um dos livros que estava mais esperando para ler, a história de uma capa bonita e uma sinopse legal me conquistou já de começo. Ao saber que  é uma leitura de sick-lit pensei em um final para o livro que seria devastador - iria chorar séculos igual em A culpa é das estrelas. Mas não aconteceu de derramar uma lágrima se quer, mas soltar sorrisos e liberar a imaginação foi os dois quesitos que mais fiz durante o tempo que li o livro do Lou Aronica.

Houve motivos de incerteza para não gostar da escrita de Lou Aronica, mas a leitura se demonstrou tão presente em demonstrar e sensibilizar a realidade e a imaginação tanto da protagonista quanto dos personagens secundários.  A Menina que semeava não é um livro triste por via das dúvidas, muito menos um livro que vai falar sobre morte. Se você prestar bastante atenção semear dá o sentindo de viver. A luta por um câncer e por querer viver cada dia mais torna a história tão carismática e crível.
"Becky olhou para os dedos e notou que estavam limpos. A sujeira tamariskiana havia desaparecido deles, mas não do seu coração. Sempre estaria ali." Página 219
Lou Aronica tem um grande conhecimento sobre livros e sabe quais os gostos que os leitores admiram, já que ele fundou vários selos editorias. Provei disso no seu livro, publicado esse ano, 2013, pela editora Novo Conceito. Uma leitura agradável, leve e confortável. Somos teletransportados para um mundo onde as plantas e flores são azuis quanto o céu, onde a terra é tem cheiro de baunilha com pássaros gingantes que te levam para todos os lugarem quando você sobe na 'garupa' deles. Mas além de toda a fantasia A menina que semeava é uma verdadeira história de amor, de laços mais bonitos: o sentimento entre um pai que vira e revira o mundo por causa da filha, e filha chateada e rebelde. 

Aos cinco anos de idade Becky e seus pais descobriram que a criança sofre de leucemia. Com tantas remédios, quimios, terapias. Becky e seu pai, Chris criaram um mundo fascinante e perfeito onde ninguém sofre e que lá Becky nunca ficaria doente. Um mundo criado para um escape de problemas pessoais, um mundo que não existe sofrimento, um lugar chamado Tamarisk. Mas na medida em que sua doença se recuperava e enquanto ela crescia o mundo imaginário de Tamarisk estava ficando cada vez mais esquecido... 
"Eles precisavam superar a dor. Precisavam superar o sofrimento. Precisavam abraçar a essência. Somente eles poderiam decidir a sina de um mundo de possibilidades." Página 140
...até que sua doença começou a dar sinais de que voltaria, Tamarisck surgiu para ela, em uma das noites na casa do pai, mas a beleza e a perfeição dos tamariskianos estava cada vez mais abalada por uma praga desconhecida que se espalha cada vez mais pelo reino fictício. Além da super proteção de seus pais, o câncer que está voltando, o mundo criado por Becky corre um grande perigo. Decifre os mistérios de um amor entre pai e filha, e a aventura de salvar o maior reino do mundo. 

7 comentários

  1. Adorei a sua resenha e os quotes Igor. Pretendo ler esse livro em breve e depois que li suas opiniões fiquei muito curiosa para conferir. Essa capa é tão linda né?! Beijos, Fê

    ResponderExcluir
  2. "Somos teletransportados para um mundo onde as plantas e flores são azuis quanto o céu, onde a terra é tem cheiro de baunilha com pássaros gingantes que te levam para todos os lugarem quando você sobe na 'garupa' deles." Que descrição mais linda... já quero sentir isso, viu? kkk Apesar de ter amado a capa, tinha lido resenhas que não me deram tanta curiosidade. Mas essa tua me fisgou! Quero lê-lo JÁ! hahaha
    Beijo ♥

    ResponderExcluir
  3. há tempos tô querendo ler esse livro *_*

    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ahhh, adorei a resenha, Igor. Tenho gostado cada vez mais de sick-lit.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha!
    Realmente parece ser um bom livro!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Eu ameiiii esse livro, minha resenha tá pronta mas ainda não foi ao ar =/

    www.resenhasealgomais.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu amei a sinopse desse livro, mas a capa não me chama a atenção em nada! Eu completamente leria - e vou ler - mas será por PDF, até porque acabei com o meu dinheiro, hahaha. A resenha tá maravilhosa, acho que sorrirei muito com essa história também.
    www.literallypitseleh.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

© setecoisas.com.