Resenha: "Bruxos & Bruxas" de, Gabrielle Charbonnet e James Patterson


Autores: James Patterson e Gabrielle Charbonnet
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Avaliação: ★★★★★
Série: Bruxos e Bruxas, volume 01. 

O livro é escrito sob os olhos do casal de irmãos Allgood, Whit e Wisty, que do nada acordam com a casa sendo invadida pelo novo governo, a Nova Ordem. O motivo é simples, são acusados de praticar atividades wiccas ou certamente bruxaria. Enquanto aguardam o julgamento por tais atos os jovens de 15 e o outro de 17 terão que ficar numa prisão - que está mais para hospício - até serem executados. Voltamos para 1700, cujo praticantes de bruxarias são seres terríveis e devem ser mortos e queimados.   Só que não voltamos, as eleições no decorrer dos anos foram regredindo e a Nova Ordem - será que estamos do lado certo? -foi ganhando mais e mais poder político até se tornar um governo autoritário.

Os jovens terão que correr para salvarem a própria pele e salvar a pele de seus pais. Durante a busca frenética por uma saída da ''prisão-hospício'' os Allgoods saberão o que está acontecendo com o país e como terão que se proteger dele. 
“Bem-vindo ao seu pior pesadelo, ou talvez um que você não consegue nem imaginar. Um mundo onde tudo mudou. Sem livros, sem filmes, sem música, sem liberdade de expressão. Todos com menos de dezoito anos não são confiáveis. Você e sua família podem ser levados e aprisionados a qualquer momento. Sua existência é dispensável, até indesejada. Que mundo é este? Onde alguma coisa desse tipo poderia ter acontecido? Essa é a questão. A Questão é que realmente aconteceu. Está acontecendo agora conosco. E se você não parar e prestar atenção, seu mundo poderá ser o próximo."
Será uma Nova Ordem Mundial? Eu lembro quando o folheto dos fugitivos chegaram aqui na minha casa. Foi quase um holocausto: "meu deus é a nova ordem mundial" "eu sabia, vamos morrer" até que consegui acalmar o povo e falar que era sobre um livro... Mas é bem essa temática que o livro toma, um governo centralizado e que reprimi todos os tipos de liberdade pessoal e pública, livros, músicas, filmes... 

O primeiro livro da série Bruxos e Bruxas, escrita pelo Senhor Suspense, não é bom e nem ruim, é mediano. É um livro que fico em dúvida, por ele se demonstrar tão vago e simples, mas com uma história que parece que vai ser boa (porque vai melhorar nos próximos livros). Eu fiquei chateado com os autores, pois o livro demonstrou grandes brechas, sendo que tanto Patterson como Charbonnet poderiam ter acrescentado bastante coisa no enredo. Talvez eu devia olhar o geral, mas o trabalho de um autor (eu acho) é fazer a ligação da obra com o leitor, o que deixou muito a desejar. 

Os personagens se demonstraram simples, sem querer entreter o leitor e infantis. Poxa, Whit tem praticamente dezoito anos, mas age com mentalidade de quê... 14? Foram personagens mal programados e sem contexto. Os autores terão de aprofundar e trabalhar mais na personalidade dos irmãos AllGood para firmar um sistema de leitor-personagem.  

Com um marketing muito bem feito e exagerado da Editora Novo Conceito, foi impossível não ficar ansioso com o livro. Além de toda a produção da editora o contexto prometeu bastante, o livro veio bem embalado numa sinopse e a capa "original" com diagramação bonita e grande <3. Por todo não é um livro ruim, de leitura rápida e dinâmica - já que se alternam entre os protagonistas. Uma premissa bem bolada, já que quando falamos de bruxos e magia é um assunto que dá para falar horas e horas. Mas aí eu me pergunto "porque os autores não quiseram aprofundar mais", "falar um pouco mais sobre a nova ordem", "enrolar mais um pouquinho".

Espero que no próximo livro, The Gift  (James Patterson e Ned Rust), traga uma sintonia e também impulso para os leitores continuarem com a saga, pois chega até ser mesquinho falar que 'duas cabeças pensam melhor que uma'.  O engraçado é que o livro não é cansativo, nem massantesr. Patterson sabe exatamente como conduzir a história sem fazer o leitor desistir do livro no meio do caminho. Que o segundo livro da série traga um suspense e uma premissa que amarre mais o leitor.

Não vou deixar de recomendar o livro, pois sei que tem aqueles leitores que adoram um leitura fantástica e com uma ideia diferente. Bruxos e Bruxas tem a ideia, mas não é bem explorada, se você não gosta de uma história bem aprofundada o livro é recomendado. Ah, quase esqueci, o livro traz não somente uma história legal, traz também críticas governais 

  1. Oii \o ^-^ td bem?recebi um comentário no blog indicando seu blog e mais um.
    Adorei os dois blogs,seguindo n_n
    Beiju-beiju da Lucy =D

    otakadakawaii.blogspot.com

    ReplyDelete
  2. O meu problema em começar esse livro, é que quando eu via as divulgações da Novo Conceito, eu imaginava uma história completamente diferente. Eu cheguei a ler as primeiras páginas, mas ainda não consegui prosseguir com a leitura.

    ReplyDelete
  3. Estou com um pé atras com esse livro, sabe quando que uma coisa as nao sabe se deve ou não, pois é a minha relação com esse livro. estou muito curiosa por conta da imensa divulgação que a editora fez encima deste livro, porem não se se ele é realmente bom. Achei a diagramação e o kit dele lindo.

    Abraços

    ReplyDelete
  4. Anonymous22 July, 2013

    Claro que fiquei curiosa com todo o marketing que a Novo Conceito fez em cima do livro, mas isso também foi motivo para que eu ficasse com um pé atrás. Não estou esperando muito do livro, até porque já li outras resenhas não muito positivas; pretendo lê-lo, mas sem grandes expectativas.

    ReplyDelete
  5. Anonymous22 July, 2013

    A capa brasileira é ok, nada demais, mas as capas americanas também não me atraíram muito. Elas chamam mais atenção, mas não são muito diferentes do estilo de outras capas americanas (às vezes acho que as capas americanas são muito parecidas entre si).

    Abraços

    ReplyDelete
  6. Eu também tenho essas impressões, mas achei a capa muito linda <3

    ReplyDelete
  7. Após as leituras que tive do autor, nunca pensei que ele pudesse fazer algo parecido com esse livro, ele é cheio de surpresas, e a palavra "conspiração e proibido" me ganhou assim como o titulo da obra. Estou muito ansiosa para ler, nem imagina como. Pelas resenhas que li em tão pouco tempo, pensei que a leitura seria cansativa ou algo, mas não, todas as resenhas disseram a mesma coisa, que devoraram o livro, e eu não duvido muito não, James é sensacional.

    ReplyDelete
  8. Eu sou apaixonada pelo autor James Patterson então quando soube deste livro fiquei super curiosa pois a publicidade exacerbada da Novo Conceito conseguiu me fisgar para sair correndo atrás do livro. Todavia, eu esperava mais do livro;visto que os livros anteriores do autor lhe leva pensar que está história seria incrível mas isto não aconteceu. Espero que o próximo seja muito melhor do que este. A sua resenha foi a mais honesta que encontrei do livro, pois todos são dizem que os personagens são maravilhosos e blá blá blá...
    Bjs!
    http://pocketlibro.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
  9. Silvia isso é verdade, o contexto e a ideia para criar o livro foi bem legal. Inovador e tudo mais. Mas faltou aquele "tchan" para fisgar o autor.

    ReplyDelete
  10. Estou realmente muito ansioso para ler esse livro, a proposta realmente é muito original. Todos que o leram gostaram, as resenhas são sempre positivas... Tá no topo da minha lista de desejos!

    Abraços!

    http://pecasdeoito.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
  11. Que legal !! Adorei ^ - ^ E ah recebi o seu comentário no meu blog e estou seguindo aqui e queria saber se pode retribuir ? Beijus ♥
    sthefanyanzai.blogspot.com.br

    ReplyDelete
  12. Eu estava tão animado para ler esse livro depois da enorme divulgação que a NC fez, mas desanimou depois de ler uma pancada de críticas 'negativas', haha' Ah, tenho que falar sobre a capa, porque gente, coisa linda. *uuu* Curti a resenha, parabéns!

    http://blogjovemleitor.blogspot.com/

    ReplyDelete