27.5.13

Resenha: Sonhe mais


Autor: Jai Paush
Editora: Novo Conceito, 2013
Páginas: 256. 
Avaliação: ★★

Vejo Sonhe Mais como um desabafo e uma lição de vida. Basicamente o livro foi escrito para aqueles que estão passando ou já passaram pela dor da perda. Mesmo eu não tenha perdido alguém de suma importância me coloquei no lugar na escritora, da sua vida naquele momento, da sua tristeza e — até parece ser um livro chato, mas não é — melancolia. 

Jai Paush é casada com Randy, um PhD em Ciência da Computação na Universidade Carnegie Mellon e escritor de A lição Final, o livro foi escrito quando o autor estava doente, relatando os seus dias e como ele buscava melhorias para si. Em 2007 o casal descobre que Randy está com câncer no pâncreas. Como Randy veio a falecer, podemos observar somente o lado de Jai, o caminho que ela terá que estrear sozinha e com seus filhos ainda pequenos, a batalha de vencer um câncer a ponto de largar seus filhos na casa de parentes, abandonar para salvar uma pessoa que ama. — não é um livro dramático e está muito longe disso — A lição é: a vida continua.
“Eu não entendia que, mesmo que Randy vencesse o câncer, nossa vida nunca mais voltaria a ser o que era antes, pois a doença sempre estaria à espreita, nas sombras, escondendo-se nos cantos.”
Sei que não é fácil prosseguir em um caminho sozinho quando já está acostumado a dois. Mesmo com uma tecnologia tão avançada não podemos salvar que amamos, ainda mais quando a doença ataca tão rapidamente. Não perdi ninguém de forma tão brutal. Creio que seja uma dor, um impacto inesquecível. 

Colocar-me na pele de Jai, foi uma das experiências mais incríveis. Quando você percebe que não tem solução, que o mundo, as paredes vão desabar em cima da sua cabeça. Que nada tem mais sentido e que acabou... Jai (eu, você, ele, nós, eles) levantamos, curamos e seguimos em frente. Ser maduro suficiente para aceitar a dor da perda e saber que a vida segue; sempre estará seguindo em rumo à felicidade, basta você procurar e querer. Sonhe mais me ofereceu muito mais que palavras, muito mais que sensações me forneceram conforto (mesmo sem perdas da minha parte) e fico imaginando o quando o livro é rico, contribuidor para aqueles que estão precisando de uma palavra aconselhadora. E não posso falar do amor e da esperança. Tudo por amor Jai hoje defende pesquisas sobre o tratamento de câncer de pâncreas e dando palestras motivacionais. E vejo a esperança a cada momento de Jai naquele hospital mesmo sabendo que as estatísticas da vida de Randy eram mínimas. É disso que somos feito de luta à procura da felicidade. 
“Quando um sonho se despedaça, devemos recolher os cacos e criar um novo. Não será o mesmo que aquele que quebrou, mas podemos esperar que fosse tão vibrante e tão fascinante quanto o anterior.” 
Jai Paush hoje ela afirma ser feliz. Seguindo em frente. Tocando a vida. Não foi fácil diz ela no livro, mas não é impossível. E não devemos deixar de viver por uma perda, mesmo que ela seja a pessoa mais especial de sua vida, porque o que ela queria é ter ver feliz e não aos cantos chorando, triste e só. .

SONHE MAIS! Sonhe sempre! Sonhe agora! Sonhe! Sonhe... Sonhe ok?

14 comentários

  1. Hey,
    Acho que esse livro deve ser uma grande lição de vida. Eu to com ele aqui e vai ser uma das minhas próximas leituras.

    Beijos
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
  2. Bia, leia mesmo. É um aprendizado.

    ResponderExcluir
  3. confesso que vi esse livro na livraria essa semana e pensei mesmo se devia ou não ler.
    Já passei por perdas consideráveis, e uma bem recente. Então, de algum modo, eu sabia que o livro tocaria na 'ferida'.
    Bem, eu acredito sim ser um bom livro e espero um dia lê-lo, apenas, não agora.
    Achei surpreendente a Novo Conceito ter trago este livro até nós, uma surpresa boa.

    ResponderExcluir
  4. Senti sua falta lá pelo meu blog, andei sumida daqui também! Ah, adoro suas resenhas, pois é o livro precisa de um leitor vivenciando a história. Mas o bom de ler algo que não estamos vivendo, é poder enxergar que existem outras condições no mundo, não é? Ah adorei a resenha anterior, me deu vontade de ler o livro. Falando em ler, tem texto novo lá no meu cantinho, espero que leia e que goste. Vê se não some, viu?

    Beijos. Livrosdomeumundo.com

    ResponderExcluir
  5. Pelo que eu li a resenha,o livro é muito bom...conta historia de um casal que passa por problema de suade.....interessante.

    ResponderExcluir
  6. Essa é a melhor resenha que já vi desse livro, parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Adorei o livro. Sua resenha está ótima e me deu uma vontade louca de querer saber mais sobre a história de Jay e Randy.

    ResponderExcluir
  8. Esse livro parece ser muito bom, estou louca há eras p/ ler ele!


    Beijinhos,
    Lia ♥
    Limão & Alecrim

    ResponderExcluir
  9. A capa fico muito boa e pela sinopse e resenha acho que vale a pena ler. bjos

    ResponderExcluir
  10. Amei essa resenha, sempre bom ler esses livros para ver se acordamos, não é mesmo? E sabermos lidarmos com esta situação tão difícil!!

    ResponderExcluir
  11. Essa resenha está muito boa, e a capa desse livro é perfeita. Deve valer muito apena tê-lo em casa.

    estacaoproblema.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Esse livro me parece muito bom, e a capa então... Linda demais. Sua resenha está muito boa, parabéns.

    estacaoproblema.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Nossa esse livro parece ser excelente, muito emocionante, fiquei doida pra ler!

    ResponderExcluir

© setecoisas.com.