Resenha: Escola - Piores anos da minha vida

Escola: Os Piores Anos da Minha VidaAutor: James Patterson e Chris Tebbets
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Avaliação: ★★★★★
Série: Escola, volume 01.

Depois de uma série de romances e suspense. Eu precisava. Eu necessitava de algo que me fizesse rir.O livro trouxe muita alegria e um pouco mais: surpresa! O primeiro livro da série Escola parece um pouco com "O Diário de um Banana", mas eu garanto que esse é melhor. Trata-se de um mesmo clichê americano, onde tem um valentão briguento na escola, a namoradinha bonita e inteligente, o menino excluído e magricelo. Adivinha quem é o Rafa Khatchadorian. A que droga você acertou: excluído e magricelo.

Porém o problema não é dar todo dia um dólar e apanhar do valentão todo santo dia, mas sim o... "Código de conduta da EMHV".  Se você sabe como foi sofrido passar pelo sexto ano, se você tivesse lido esse livro antes não seria tanto sofrido sabe por que? Rafa tem uma ideia! Quebrar todas as regras do código. Todas. Se fizesse tudo certo, poderia transformá-lo no seu melhor amigo.


Mas como quebrar todas as regras? Para não ficar de uma forma nada chata ou cansativa. Khatchadorian faz um tabela de pontos a cada regra quebrada mais se acumula os pontos. Mas não para por aí, além disso tudo:  Sua mãe trabalha numa lanchonete em tempo integral. Seu padrasto passa o dia sentado no sofá. E sua irmã mais nova é a maior dedo-duro. Eu acho que menti, eu falei que o Rafa é excluído, talvez ele não seja porque ele tem um amigo, imaginário, mas tem um amigo. Isso conta né? 

"As pessoas sempre falam sobre como crescer é maravilhoso. Mas eu só via cada vez mais regras e mais adultos me dizendo o que eu podia e não podia fazer, em nome do que é 'para o meu próprio bem'. Sei, bom... Tenho que comer brócolis 'para o meu próprio bem', mas mesmo assim fico com vontade de vomitar." Página 30.

O mais legal é que o livro começa no fim. Como assim Igor? Você está ficando louco? Não estou ficando louco. E acho que devo omitir isso só para você ficar curioso com o livro. Só para você ir lá, comprar e morrer de rir. Aí você deve estar assim: "eu não tenho mais idade para ler coisas de crianças". Mas você se engana, o livro trás consigo além do humor a realidade: bullying, que a cada dia está mais notório. 



O que eu mais gostei é que o livro se parece com minha vida. Não que eu goste de quebrar regras (quê isso, magina), mas é por na minha escola também ter bastante regras do que você deve ou não fazer. E mesmo sem querer eu acabou quebrando regras. O engraçado é que levei um comunicado lendo o livro. Não foi um comunicado por ler o livro, mas por chegar atrasado. Cheguei atrasado porque estava lendo o livro no intervalo e nem percebi que o sinal bateu, daí você já sabe....



É um livro rápido, divertido e muito gostoso. Se você percebeu (é claro que você percebeu), postei várias imagens do interior do livro, ele é praticamente todo ilustrado. Não é de negar que o trabalho da Laura Park ficou muito bonito e bem mais detalhado (mais que em O diário de um Banana). James Patterson é conhecido por escrever suspense muito bons. Esse é o primeiro livro que leio dele e se todos tem uma escrita assim tão envolvente, esse não será o último livro que leio do autor. Mas não devemos somente creditar James porque o livro também teve a contribuição de Chris Tebbetts. 



Hoje foi uma resenha mais contente e diferente. E é claro que recomendo o livro. Para você cabeça dura, que está com encosto ranzinza  ou sempre está estressado. Esse livro é para você. Para você divertir. Então quando você puder comprar o livro não hesite em fazer ok? 

  1. Oie :)

    Nossa fiquei encantado com esse livro agora kkkkkkk, já levei um recado na agenda por chegar atrasado na sala porque estava lendo e não escutei o sinal kkkkkk, abraços !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ReplyDelete
  2. Não conhecia esse livro. Falam bem demais de Diário de um Banana, mas vou confiar em você e comprar esse em breve. Amei as ilustrações!!
    Beijão.

    ReplyDelete
  3. O livro é lindo esteticamente, parece ser uma história bem legal! Gostei das fotos no meio da resenha õ/

    Beijo:*
    Naty.

    ReplyDelete
  4. hehhehehheheh, "Não que eu goste de quebrar regras (quê isso, magina)," kkkkkkkk, amei a resenha e super legal com as imagens. O livro é beeeem atrativo mesmo e parece que o coleguinha é pra lá de empolgado, mas enfim, estudar não é fácil, ir pra escola nem se fala e o livro parece retratar bem isso, e a resenha retrata bem o livro!!
    Bjuuuuuuuuuuuuuus
    aprendendocuriosamente.blogspot.com.br

    ReplyDelete
  5. Igor meu lord, estou encantada com sua resenha.
    Desde que vi este livro, quando ele foi lançado, tive essa impressão sobre ele. Da imensa diversão que ele poderia trazer, os a escrita leve e a parte de nos identificarmos com a história, como vc lindamente citou na sua resenha.
    Eu curto demais livros assim, descompromissados, divertidos, leves, é tão bom, pra quando saímos de uma leitura pesada neh?
    Com toda certeza, assim que der, vou logo adquirir, pois se antes eu já queria ler, agora quero o triplo.
    Amei a sua resenha e as fotos mega lindas, parabéns!
    Bjokas meu divo!

    www.lerepensar.com

    ReplyDelete