25/12/2012

Resenha: Laços Inseparáveis

Laços Inseparáveis
Autora: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Páginas: 445 páginas.
Avaliação: ★★★★★
Marian Caldwell é uma produtora de televisão de 36 anos, vivendo seu sonho em Nova York. Com uma carreira bem-sucedida e um relacionamento satisfatório, ela convenceu todo mundo, inclusive si mesma, que sua vida está do jeito que ela deseja. Mas uma noite, Marian atende a porta... para apenas encontrar Kirby Rose, uma garota de 18 anos com a chave para o passado que Marian pensou ter deixado para trás para sempre. Desde o momento que Kirby aparece na sua porta, o mundo perfeitamente construído de Marian — e sua verdadeira identidade — será chacoalhado até o fim, fazendo ressurgir fantasmas e memórias de um caso de amor apaixonado que ameaça tudo para definir quem ela realmente é. Para a precoce e determinada Kirby, o encontro vai provocar um processo de descobrimento que a leva ao começo da vida adulta, forçando-a a reavaliar sua família e seu futuro com uma visão sábia e doce. Enquanto as duas mulheres embarcam em uma jornada para encontrar o que está faltando em suas vidas, cada uma irá reconhecer que o lugar no qual pertencemos normalmente é onde menos esperamos — um lugar que talvez forçamos a esquecer, mas que o coração se lembra eternamente.

20/12/2012

Resenha: Calisto

Calisto
Laura Elizia Haubert
Novo séculos, 2012.
208 páginas
Quando a noite cair, as brumas elevarem-se, a lua estiver banhada em sangue e as insígnias despertarem não restará opção se não lutar. Você não pode fugir de quem é do seu destino ou os demônios encontrados, e não poderá desistir porque terá sempre alguém a espreita. As cinco insígnias juntas são invencíveis, separadas devastadoras. Resista, combata, enfrente, acima de tudo conheça a si mesmo para descobrir se você está pronto para desvendar os mistérios. Draco, Lucas e Kalí possuem cristais, possuem força e não desistirão até Arrarock estar salva novamente. O preço mais caro sempre é pago pelos heróis. Acompanhe-os nesta jornada.

Meme literário: Capa contra capa

Sempre achei legal os blogs fazerem capasXcapas. Recebi esse meme da Ni, do Ninhada. É com muito prazer que vou responder.  Obrigado desde já, adoro ver as capas além das brasileiras, é uma coisa que gosto, não sei o porquê, apenas gosto.

O meme funciona assim:
1) Os indicados devem escolher três livros que goste;
2) Mostrar como são as capas desses livros em até outros três países;
3) Indicar mais três pessoas para participar;
I. Rob (sonhos literários),  II. Nay (resenhas teen) III. Dy (desejo literário)
É obrigatório mostrar como é a capa do livro no Brasil.

18/12/2012

Resenha: A filha da minha mãe e eu.



Maria Fernanda
editora Novo Conceito, 2012.
272 páginas
Sensível e tão real a ponto de fazer você se sentir parte da família, A filha da minha mãe e eu conta a história do difícil relacionamento entre Helena e sua filha, Mariana. A história começa quando Mariana descobre que está grávida e se dá conta de que, antes de se tornar mãe, é preciso rever seu papel como filha, tentar compreender o de Helena e, principalmente, perdoar a ambas. Inicia-se, então, uma revisão do passado – processo doloroso, mas imensamente revelador, pautado por situações comoventes, personagens complexos e pequenas verdades que contêm a história de cada um.

17/12/2012

Resenha: Enigmas de Londres

Ben Aaronovitch
Fantasy, 2012
368 páginas.

Peter Grant tinha tudo para ser apenas mais um jovem guarda da Polícia Metropolitana de Londres. Após um encontro inesperado com um fantasma, contudo, ele é recrutado para uma unidade secreta que lida com a magia e o sobrenatural e torna-se o primeiro aprendiz em 50 anos do inspetor Nightingale, o último mago da Inglaterra. Peter Grant então precisa imediatamente lidar com dois casos inter-relacionados. No primeiro, ele deve descobrir quem é o espírito vingativo que anda transformando pessoas comuns em assassinos sanguinários. No segundo, aprender a investigar magia, conviver com grupos de vampiros, lidar com trolls e revirar covas pela cidade. Além, é claro, de negociar uma trégua entre deuses enfurecidos do rio Tâmisa caminhando por aí. Com uma linguagem ágil e bem-humorada, Bem Aaronovitch narra a história de um detetive que achava o mundo normal, antes de conhecer o poder intenso e surreal da magia por detrás do submundo de Londres. Aclamado por público e crítica em sua estreia como romancista, o autor foi indicado ao Galaxy National Books Awards como "Autor Estreante do Ano", além de escrever roteiros para a série de televisão Doctor Who.

16/12/2012

Resenha: Charlotte Street

Danny Wallace
Editora Novo Conceito, 2012 
400 páginas
imageimageimageimage
Tudo começa com uma garota… (porque sim, sempre há uma garota…) Jason Priestley acabou de vê-la. Eles partilharam de um momento incrível e rápido de profunda possibilidade, em algum lugar da Charlotte Street. E então, em um piscar de olhos, ela partiu deixando-o, acidentalmente, segurando sua câmera descartável, com o filme de fotos completo… E agora Jason — ex-prodessor, ex-namorado, escritor e herói relutante — se depara com um dilema. Deveria tentar seguir A Garota? E se ela for A garota? Mas aquilo significaria utilizar suas únicas pistas, que estão ainda intocáveis em seu poder… É engraçado como as coisas algumas situações se desenrolam…

15/12/2012

Resenha: "Presságio" de Leornardo Barros

Presságio
Alice tem 26 anos e, desde a adolescência, é atormentada por presságios. Desacreditada por psiquiatras, ela é considerada psicótica, até que uma de suas visões a possibilita desvendar um misterioso homicídio. A polícia atribui a autoria do crime ao Beato Judas, um assassino serial de freiras, mas a descrição do suspeito não se parece em nada com o homem que ela viu em sua premonição. Agora, Alice terá de correr contra o tempo para provar que não é louca e para evitar que o assassino faça uma nova vítima. Suspense, misticismo e sensualidade se misturam neste fantástico thriller policial que parece ter a capacidade sobrenatural de manter seus leitores alucinados da primeira à última página.

Suspense sempre foi um dos meus temas preferidos para leitura, e para assistir filme. Também sou apaixonado por romance policial, mas esse livro não tem nada de romance em. Suspense policial, tinha um junção melhor que essa? Quando percebi já tinha terminado o livro, é rápido e viciante esse livro. Comecei a ler no domingo a noite, e na mesma noite já tinha acabado. Eu adorei, foi uma trama diferente do que eu já havia lido. Leo Barros, ele deu uma inovada e tanto, ele misturou prenúncio — quando a pessoa pode ver o futuro — com a realidade.

Leonardo escreve de modo bem simples e compreensível, foi uma leitura muito revelante e confortável. Esse é o quinto livro de autor, e gostei bastante. Estou muito afim de ler os outros — clique aqui para ver — que parecem ter temáticas muito interessantes. Enfim, o autor criou a personagem aos meu olhos, muito boa. Alice, eu adorei a personalidade dela, ela tem o dom de ver o futuro quando sente prazer (orgasmo). Numa das noites, em uma festa, Alice tem um presságio, visão de alguém mantando a Freira Nua — o motivo de freira nua, é a fantasia que a vítima usava no dia que foi morta, óbvio —, porém a polícia pega a pessoa errada. Agora a estupenda Alice vai fazer de tudo para provar a inocência do acusado e colocar o verdadeiro malfeitor atrás das grades, impedindo que este faça mais uma vítima. 
"As vezes, o ódio pode transformar o mais fraco dos homens em um monstro. É comum que vejamos loucos aparentemente desprovidos de força física que se tornam poderosos sob efeito de fúria."
Surpreendente, fique surpreso várias vezes quando ''devorava'' as páginas do livro. Porque eu sempre estava tentando deduzir, e para mim era uma coisa deduzível só que eu sempre estava enganado e toda vez que isso acontecia eu ficava meio bobo, e queria ler muito mais. Não gostei, como o livro acabou tão rápido. Adorei o assunto abordado, e o modo como foi descrito pelo autor. 

O que achei negativo do livro foi, o fato de Leonardo não ter abusado da localidade. Creio que seria bem legal, imaginar um lugar real onde a estória tivesse acontecido. Por exemplo, uma cidade pacata, pequena. Tirando essa fato é um livro muito bom para se ler. Achei uma coisa bem interessante é que o autor usa várias alegorias da área da medicina, já que este trabalha no ramo, achei interessante. 
"Só quem ama de verdade é a criança. Pra se amar é necessário inocência. Depois que cresce o amor dá lugar ao interesse."
Leiam! Vale muito a pena. Fiquei em dúvida ao dar nota quatro porque como já disse é um livro muito bom, mas quanto há isso ainda estou revendo os conceitos. Mas por enquanto vou deixar em quatro, mas é um livro que vale muito a pena ser lido. Por ser algo que acontece muito no dia-a-dia, como homicídios, erros polícias, confusões.

14/12/2012

Editora Novo Conceito

Estou muito, muito, muito feliz. Novidade no blog: fiz parceria com uma das maiores editoras do Brasil (é ritmo, é ritmo de festa), a editora Novo Conceito. Mas isso não é só por minha competência e animo para criar o blog, foram por causa de vocês que acordão todas as manhãs cansado para ler, comentar e seguir o blog, fantasiar um pouco né? rs. Já fiz resenhas da editora caso queiram ler está nesta tag, ou clique aqui

Quero agradecer a editora por estar me dando esse voto de confiança, e por estar abrindo esse espaço para mim e para os outros blogueiros literários. Obrigado pela oportunidade de firmar parceria que era algo que eu queria muito. 

09/12/2012

Resenha: "Chamado das sombra", de Matheus Marx


Chamado Das Sombras

Matheus Marx
Novo Século, 2012.
320 páginas
imageimageimageimageimage 
Misteriosamente, a Princesa Eleanor desaparece sem deixar vestígios, e ninguém é capaz de explicar seu paradeiro. Numa busca extensa e persistente por sua amada, o Príncipe Carmanni luta por respostas que não parecem estar ao seu alcance, e ao longo de sua jornada insistente e obscura, sempre que ele parece se aproximar da verdade, sombras fúnebres surgem. Cada parte desvendada do enigma leva a ainda mais mistérios sombrios, e ao desvendar o sumiço misterioso de Eleanor, ele verá que há coisas muito maiores, perigosas e assustadoras se escondendo por trás das sombras que escurecem seu caminho até a verdade. Horrores apavorantes esgueiram-se em seu caminho, e o Príncipe descobrirá que não só a sua vida está em perigo – mas a de todos à sua volta. Não apenas uma estória sobre amores perdidos, Chamado Das Sombras faz pensar sobre desejos, insanidade, confiança, morte e, acima de tudo, sobre as dores do amor – afinal, só o mais belo dos sentimentos é capaz de causar tão extremo sofrimento.

Já tinha apresentado o livro e autor juntamente com book trailer em um post anterior, caso queira ler e/ou assistir o book trailer clique aqui. O livro faz parte de uma série, ainda não definida a quantidade de livros que serão lançados. Esse é o primeiro livro, e vou lhes contar é ótimo. Não é porque o autor é parceiro do blog, mas porque eu realmente quando estava lendo percebi a escrita de Marx é impecável, além ser facilmente compreensível, flui muito bem. Em margem a livros nacionais, esse livro deu de dez a zero em vários autores estrangeiros, que não conseguem uma perspicácia de linguagem como a de Marx. Isso me fez ficar com mais orgulho de nossa literatura.

Marx criou um personagem "central" para desenvolver a trama: Julian Carmanni, mais chamado de Carmanni. Na festa de seu casamento, sua esposa desaparece, raptada por sombras. O motivo de sumiço? Ninguém sabe. Mas de uma coisa é, que depois desse dia, a vida do Príncipe nunca será mais a mesma. Após anos com a perda, começa-se ter aparições de sua ex-esposa envolvida por sombras. Totalmente obscuro o livro narra a tentativa de Carmanni achar uma resposta para tudo o que está acontecendo, e logo com ele. 

Durante a leitura, é possível notar-se o psicológico do personagem. O quanto ele está preso a um amor antigo, e não permite-se a um nova chance, está se prendendo ha uma coisa que já passou. Do início até o fim do livro, adorei acompanhar a evolução de maturidade e comportamento do personagem. 

Matheus criou um universo totalmente diferente do que eu já tinha visto, por exemplo, os lugares. As história se passou em vários lugares, até mesmo os personagens iam e voltavam, durante as cenas. E por mais que pareça deu para acompanhar tudo, sendo que nem o autor ou leitor se perdesse durante o desenrolar das páginas. Além dos fantasiosos lugares. Os personagens secundários foram muito bem elaborados, cheios de detalhes assim como as cenas. E cada um com uma personalidade totalmente diferente do outro. 

Creio que por toda a história tenha-se criado vários tópicos para refletir. O livro não relata só sobre o amor, trata-se também de perdas, traições, amizade, confiança, sinceridade, até mesmo humildade e por ai vai. Admirei o livro bastante por causa disso, das reflexões. Outra coisa que gostei bastante foi os detalhes. Adoro livros detalhistas, assim é o livro,  rico em detalhes mas não chega a ser pejorativo e nem cansativo. 

Recomendo o livro, se gostam de fantasia, terror e suspense. Durante todo o livro criei um filme, sabe quando a leitura está tão boa que você ler devagarzinho só para construir as cenas na mente, foi assim que eu fiz. Leiam, e vejam o quanto a literatura brasileira pode ser vantajosa além de rica! 

06/12/2012

Resenha: Do seu lado

Do seu lado
Fernanda Saads
Novo conceito, 2012
317 páginas
Após um longo tempo de terapia para se recuperar de um fora, Sarah parece estar bem. Quer dizer, ela já recuperou seu peso normal e consegue pensar em outras coisas além de Bruno. O problema é que no fundo ela vive fantasiando o dia em que esbarra com ele na rua e: pimba! Ela está linda e radiante e ele percebe a mancada que deu. Seus planos são simples: reconquistar Bruno e depois dar o troco que ele merece. Mas o destino lhe prega uma peça quando Nestor, seu chefe, pede que ela visite um novo cliente e, de repente, tudo vira de cabeça para baixo. Lá está ela de frente para o seu antigo amor, que parece mais irresistível do que nunca! Enquanto isso, seu melhor amigo, Igor, sempre presente e irritantemente perfeito, não suporta vê-la cair nas garras do bonitão outra vez. Sarah terá que lutar contra os próprios conceitos para descobrir o verdadeiro sentido do amor.

Latest Instagrams

© setecoisas.com | Lifestyle, cultura e fotografia,. Design by FCD.