26/10/2012

Resenha: Sereias, de Mirella Ferraz

Sereias - O Segredo das Águas
Sereias - O Segredo das Águas
Nove Século
240 páginas


E então aconteceu... a mágica chegou... e não existiam pernas e pés ali, mas sim um manto de escamas com mil tons de anil, verde e dourado. Uma cauda de peixe... uma cauda de sereia!” Neste romance encantador, urdido a sal e água, é narrada a emocionante história de Coral, uma garota de aparência exótica, que nasceu envolta em mistérios sobrenaturais e com um estranho fascínio pela água. Poderá ela, com a ajuda do apaixonado Marcelo, desvendar todos os enigmas que cercam a sua vida? Conseguirá sua mãe, Marina, afastá-la de um destino que, para ela, parece apavorante, mas que constantemente se revela inexorável? Qual preço você estaria disposto a pagar para ajudar seu grande amor? Com uma narrativa dinâmica e empolgante, o leitor viajará pelo mundo de uma das mais fascinantes figuras lendárias, e presentes, de todos os tempos: a sereia. E verá que, muitas vezes, as lendas são mais reais e estão bem mais próximas de nós do que imaginamos. Venha desvendar o que se esconde nos mares... “Fiquem então em silêncio e apurem seus ouvidos, porque podem ser agraciados com um canto vindo das ondas... por um canto de sereia...

24/10/2012

Livros: Emprestar ou não?


Esse foi um dos post que vi em um blog, e achei bem interessante, melhor, achei bem verdade. Emprestar livros, sim ou não? Eu já diria que não! 


  1. Os livros nunca voltam como eram antes: Rasgados, arranhados, sujos, despirocados, amassados, amarrotados, tortos, descolados, descascados, e mais uma centena de "ados". E isso ainda é SE voltarem! 

20/10/2012

Resenha: O chupa-tinta

O Chupa-Tinta


O chupa-tinta
Éric Sanvoisin & Martin Matje
Editora martins
45páginas.

Odilon, o filho de um livreiro, odeia livros. Seu passatempo preferido, nas férias, é procurar ladrõezinhos de loja e esperar que eles o ajudem a se livrar daquelas coisas inúteis, volumosas e cheias de páginas. Mas um dia ele encontra um tipo estranho de ladrão - o homem saca um canudinho e chupa as palavras de um livro inteiro. Odilon, então, inicia sua busca para descobrir quem é esse homem e descobre que ele, na verdade, é um vampiro diferente...Seu alimento são os livros, ou melhor, a tinta deles.

18/10/2012

5 coisas que blogueiros odeiam


Quem tem blog, sabe bem o motivo do post, coisas que geralmente nos pegam desprevenidos e naquele momento que supostamente não estamos com muita paciência, ou com algum problema fora da internet, que não gostamos de compartilhar, e pra tentar melhorar a situação, acabamos procurando um meio de distração, no caso, o blog. Assim como eu, imagino ter outras pessoas, que passam o dia tentando enfiar outros assuntos na cabeça para não lembrarem de certos ocorridos, que te deixam magoada, estressada, e deis de cedo já acabam com todo o seu dia.

14/10/2012

Resenha: "Dom Casmurro", de Machado de Assis



Machado de Assis (1839-1908), escrevendo Dom Casmurro, produziu um dos maiores livros da literatura universal. Mas criando Capitu, a espantosa menina de "olhos oblíquos e dissimulados", de "olhos de ressaca", Machado nos legou um incrível mistério, um mistério até hoje. Há quase cem anos os estudiosos e especialistas esmiúçam, o analisam sob todos os aspectos. Em vão. Embora o autor se tenha dado ao trabalho de distribuir pelo caminho todas as pistas para quem quisesse decifrar o enigma, ninguém ainda o desvendou. A alma de Capitu é, na verdade, um labirinto sem saída, um labirinto que Machado também já explorara em personagens como Virgília  e Sofia, personagens construídas a partir da ambiguidade psicológica, como Jorge Luís Borges gostaria de ter inventado.

03/10/2012

Resenha: Ladrão de almas

Ladrão de Almas
Autor:
Editora:
Páginas:
Série: 
Avaliação:
No turno da noite em um hospital em Maine, Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, ela muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos, Lanny não é como outras pessoas que Luke já conheceu. Ele é, inexplicavelmente, atraído por ela... mesmo ela sendo suspeita de assassinato. E conforme ela conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassa tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido. Seu relatório apaixonado começa na virada do século XIX na mesma cidadezinha de St. Andrew, Maine, quando ainda era um templo Puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela paga é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. 

Dois séculos depois, a chave para a cura e salvação a depende totalmente de seu passado. De um lado o romance histórico, de outro uma história sobrenatural, The Taker é uma história inesquecível sobre o poder do amor incondicional não apenas para elevá-lo e sustentá-lo, mas também para cegar e destruir — e como cada um de nós é responsável por encontrar o próprio caminho para a redenção.

O nome deste livro na versão americana é The Taker, que significa O Tomador. Eu achei bem mais favorável e bem escolhido Ladrão de Almas, porque ele é bem cabível para compreensão do livro, quando você for ler. Vai falar assim é verdade com certeza é o ladrão de almas.

Durante a leitura o livro se passa em dois tempos. Sendo que um deles é o atual onde conhecemos a personagem Luke, que é um médico de vida monótona e não sabe o quanto sua vida mudara quando uma menina ensanguenta entra no seu consultório que dizia ter assassinado um homem na floresta, Lanore. O Outro, narrado pela jovem Lanore — Lanny — é na época de machismo, onde tinha-se muitas tradições e dogmas religiosos, ela conta sua história de 1809 em uma cidade no interior do Maine, de como ela viveu tanto. E durante uma fuga ela vai contando sua história para o médico. Resumindo para não dar spoilers indesejáveis, e vocês não me baterem depois, durante o livro se passa várias (muitas) cenas eróticas — e, isso me deixou bastante impressionado porque eu nunca li um livro da editora com tais cenas. E, simplesmente amei, por outrora estava ficando chato, mas depois uau! A história bombou, me fez ler rapidamente "engolindo mesmo".

Surpreendente, fascinante, picante sexy, intrigante. Uau! Em vários momentos dos livros, eu lembrei da nossa personagem Juliett de Estilhaça-me. Pois, os pensamentos de Lanore muitas vezes confusos, e muitas vezes claros acabei comparando com a extra-humana. Afinal, as duas são seres sobre-humanos. O livro narra toda a história de modo bastante compreensível e com vários vocábulos, assim, não havendo tanta repetição de palavras. Apesar de não existir tanto diálogo no livro, confesso que ele acabou se tornando um dos meus favoritos. Uma outra coisa que também achei interessante foi o fato, da autora, Katsu, ter feito pesquisas sobre a cidadezinha do Maine, além de pesquisar também sobre as lendas de tal. 

Trilogia The taker
Ladrão de Almas - The taker (2011)
The Reckoning ( 2012)
The Descent (2013)

02/10/2012

Namore uma garota que lê.


Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os doze anos.

Latest Instagrams

© setecoisas.com | Lifestyle, cultura e fotografia,. Design by FCD.