Filme: No Balanço do Amor.

Sara Johnson (Julia Stiles) é uma garota de 17 anos que sempre sonhou em ser uma bailarina profissional. Porém, seus planos vão por água abaixo quando sua mãe morre em um acidente de carro e ela é obrigada a viver com seu pai em Chicago. Intimidada pela sua nova vida, ela busca refúgio nos clubes locais, onde conhece um jovem (Sean Patrick Thomas) que compartilha com ela o mesmo amor pela dança. Porém, eles logo descobrem que a pressão existente entre os dois irá se tornar uma barreira maior do que a diferença de cor ou de classe para que eles possam iniciar um romance.

Sarah queria ser uma bailarina profissional, como já dito no na sinopse. Quando sua mãe morre num acidente de carro, ela tem que ir morar com o pai do outro lado da cidade, em Chicago com seu pai, Roy. Sara vai estudar numa escola predominantemente de negros, um campus urbano totalmente diferente de tudo o que conhecia. Ainda lutando com a perda da mãe, ela se torna amiga de Chenille, uma adolescente mãe solteira cujo irmão mais novo é o talentoso e bonito Derek. 

Derek vai, pouco a pouco, guiando Sara para dentro da cultura do hip-hop. Ao descobrirem que têm em comum o amor pela dança, os dois também descobrem a paixão um pelo outro. E a dança leva ao romance. O pai de Sara não aceita o relacionamento de sua filha com um colega de escola negro e esse sentimento é 

compartilhado pelas garotas negras da escola, principalmente Nikki, a ex-namorada de Derek. Malakai — um violento membro de gangue — também se opõe ao namoro com medo de perder a amizade de Derek. Com o passar do tempo, os dois descobrem que sua afeição pode ameaçar as esperanças de Derek de uma vida melhor, bem como a realização dos sonhos de Sara.

Agora, além de terem que superar suas diferenças, esses dois adolescentes precisam superar a oposição dos amigos e da família para que seu romance sobreviva.

Através do filme obtive vários pontos notáveis na sociedade como o preconceito (ela é como o Cris, só que tudo mundo é negro e ela, é branca), racismo, e mães na adolescência, drogas. Mas também no filme relata coisas boas, como a dança, muitas vezes presentes na vida das pessoas, onde dela se tira o sustento, foi até mesmo um sonho, ou status que é o caso da protagonista do filme, Sarah Jonhson.

Pontos na sociedade, do qual acho importante ressaltar:

O preconceito e racismo - Os estudantes negros do filme, olham para menina de outros olhos, só pelo fato da sua cor. Desde ai, fica sub-entendido que ela e Derek não podem namorar ou ter um "afeto" um pelo outro. Não só a cor, mas também levando em conta a classe e a própria cultura tão diferenciada entre os dois. 

Mães adolescentes - é um dos pontos mais notáveis, muitas vezes só não se prevenir. Ou quando está em uma "balada" e sai pegando muitas vezes, no caso de Chenille, que teve um filho e o pai na quis assumir (o que acontece muito hoje em dia). Então, as vezes a mãe perde sua adolescência, o crescimento, e amadurecimento tanto fisicamente quando psicologicamente. No filme, Chenille ela deixa de cuidar do filho, para sair para festas com as amigas, não buscando da o devido valor ao filho.

Drogas - além do tópico acima, conseguem ser mais perceptíveis. As vezes por questões de amizade as pessoas entram nessa ramo sem volta, onde se encontra Malakai que busca tirar seu sustento e vida, do roubo e das vendas de drogas. Talvez por que seja um caminho fácil, não precisa ter esforços pra vender e nem pra trabalhar, mas lembre-se o que vem fácil, vai fácil. Isso aconteceu com Malakai, logo após um tiroteio foi preso, ali perdendo de vez sua vida. 

  1. Gostei bastante de como você falou sobre o filme, eu nunca assisti, mas foi importante você destacar esses pontos na sociedade, pois é o que mais se tem.

    ReplyDelete
  2. Eu vi esse filme a muito tempo atrás e simplesmente adorei, depois que li a sua resenha sobre o livro fiquei com vontade de ver de novo!

    ReplyDelete
  3. Olá boa noite meu nome é Hércules.

    Eu gostaria de saber sobre o filme No Balanço do Amor.
    Qual é o nome da música
    e o artista que está tocando
    na cena em que Sara está conversando com Malakai na boate e ele dá uma lição nela sobre casais interraciais.
    Muito obrigado grande abraço!😊

    ReplyDelete