28/07/2012

info: ADQS, de Fabiana Cardoso

Já faz um tempinho que queria mostrar a autora e o livro aqui no blog, só que eu tinha esquecido. Mas hoje ela me adicionou e lembrei. Então, deixa de conversa fiada e vamos lá;






FABIANA CARDOSO

Fabiana Cardoso, nascida em 18 de novembro de 1976 na cidade de São Paulo. Sempre gostou de ler, e escrevia estórias onde as pessoas só liam ali e gostavam, sem menor privilégio, posso assim dizer. Com mais ou menos seus 20/21 anos, começou a escrever ADQS. Mas logo como todos começou a fazer faculdade, escolhendo a área de fisioterapia, assim por vez parando de escrever o livro. Só que por 'força' do destino ela encontro os rascunhos de seu primeiro/novo livro em uma de suas mudanças.A autora, o quê? Super educada, além de muito simpática  Mais sobre a autora? @Cliqueaqui.






ADQS 
 Desvendando a Organização Secreta
MODO editora.

 Cíntia encontra-se envolvida com um criminoso de Florianópolis, até presenciá-lo cometendo um assassinato e perceber, então, o perigo que está correndo. Mas em sua fuga desastrosa é presa em flagrante por tentativa de homicídio. Suas alternativas são: denunciar o 'namorado', praticamente, assinando sua sentença de morte ou ser presa e permanecer um longo tempo na prisão. Na delegacia acaba conhecendo Henrique, um homem charmoso e misterioso que faz uma proposta - a garantia de que não irá para a cadeia. O que ela não imaginava é que seria recrutada para fazer parte de uma organização secreta, assumindo a identidade de Thaís Torres e se mudando para São Paulo. Agora a mais nova agente da ADQS terá que investigar crimes que a polícia comum não conseguiu resolver, arriscando sua vida nas operações pouco convencionais da organização. Aos poucos, Thaís desvenda os mistérios da organização secreta, vivendo fortes emoções em suas missões e se arriscando em um romance proibido. Mistério, aventura, humor e romance fazem parte desta trama.
Mas o que será o significado de ADQS? Foi isso uma das coisas que me deixou mais curioso, além claro dessa capa extraordinariamente linda. Porque tudo o que é proibido é bom? Me digam! Já estou com o coração palpitando aqui, rs. O que eu achei muito interessante é a autora usar as próprias localidades do Brasil, o que eu achei super legal. Ansiosos? Magina eu. 


25/07/2012

info: O inverno das fadas, de Carolina Munhóz





Carolina Munhóz, Brasileria, com apenas 23 aninhos esse é o seu segundo livro. Já viajou pelo mundo "todo" (quase todo). Eleita a  melhor escritora de 2011. Com o livro A fada, o seu segundo lançamento é O inverno das fadas, do qual estou muito interessado em ler. @leia+ 









O Inverno das fadas
Fantasy
304páginas
 Existem pessoas normais em nosso planeta. Homens e mulheres simples que nascem e morrem sem deixar uma marca muito grande ou mesmo significativa na humanidade. Mas existem outros que possuem talentos inexplicáveis. Um brilho próprio capaz de tocar gerações. Como eles conseguem ter esses dons? De onde vem a inspiração para criar trabalho maravilhosos? São cantores com vozes de anjos, artistas com mãos de criadores e escritores imortais. Existe uma explicação para isso. Sophia é uma Leanan Sídhe, uma fada-amante, considerada musa para humanos talentosos. Ela é capaz de seduzir e inspirar um homem a escrever um best-seller ou criar uma canção para se tornar um hit mundial. A fada dá o poder para que a pessoa se torne uma estrela, um verdadeiro ícone, ao mesmo tempo em que se aproveita da energia do escolhido para alimentar-se. Causando loucura. E morte. Uma vida intensa e extraordinária com um fim trágico. 

                        Mas o que aconteceria se um humano resistisse à sua sedução e fizesse a própria Sophia sentir-se fascinada por ele? A autora Carolina Munhóz nos conta essa história com primazia, mostrando que o mundo da fantasia para jovens ainda pode render sucessos e obras que vão muito além do simples passar de tempo.

Compre no submarino esse incrivel livro, está barato. Já vou comprar o meu e postar uma resenha bem linda "procês".. Está na pré-venda e super barato. @ClicaSubmarino

Assim, estou muiiiiiiiiiiiiito afim de ler esse livro já esta adicionado na minha lista do carrinho no submarino desde o lançamento, só to esperando mais um pouco pra mim comprar, mas desse final de semana não passa! 

22/07/2012

Filme: No Balanço do Amor.

Sara Johnson (Julia Stiles) é uma garota de 17 anos que sempre sonhou em ser uma bailarina profissional. Porém, seus planos vão por água abaixo quando sua mãe morre em um acidente de carro e ela é obrigada a viver com seu pai em Chicago. Intimidada pela sua nova vida, ela busca refúgio nos clubes locais, onde conhece um jovem (Sean Patrick Thomas) que compartilha com ela o mesmo amor pela dança. Porém, eles logo descobrem que a pressão existente entre os dois irá se tornar uma barreira maior do que a diferença de cor ou de classe para que eles possam iniciar um romance.

Sarah queria ser uma bailarina profissional, como já dito no na sinopse. Quando sua mãe morre num acidente de carro, ela tem que ir morar com o pai do outro lado da cidade, em Chicago com seu pai, Roy. Sara vai estudar numa escola predominantemente de negros, um campus urbano totalmente diferente de tudo o que conhecia. Ainda lutando com a perda da mãe, ela se torna amiga de Chenille, uma adolescente mãe solteira cujo irmão mais novo é o talentoso e bonito Derek. 

Derek vai, pouco a pouco, guiando Sara para dentro da cultura do hip-hop. Ao descobrirem que têm em comum o amor pela dança, os dois também descobrem a paixão um pelo outro. E a dança leva ao romance. O pai de Sara não aceita o relacionamento de sua filha com um colega de escola negro e esse sentimento é 

compartilhado pelas garotas negras da escola, principalmente Nikki, a ex-namorada de Derek. Malakai — um violento membro de gangue — também se opõe ao namoro com medo de perder a amizade de Derek. Com o passar do tempo, os dois descobrem que sua afeição pode ameaçar as esperanças de Derek de uma vida melhor, bem como a realização dos sonhos de Sara.

Agora, além de terem que superar suas diferenças, esses dois adolescentes precisam superar a oposição dos amigos e da família para que seu romance sobreviva.

Através do filme obtive vários pontos notáveis na sociedade como o preconceito (ela é como o Cris, só que tudo mundo é negro e ela, é branca), racismo, e mães na adolescência, drogas. Mas também no filme relata coisas boas, como a dança, muitas vezes presentes na vida das pessoas, onde dela se tira o sustento, foi até mesmo um sonho, ou status que é o caso da protagonista do filme, Sarah Jonhson.

Pontos na sociedade, do qual acho importante ressaltar:

O preconceito e racismo - Os estudantes negros do filme, olham para menina de outros olhos, só pelo fato da sua cor. Desde ai, fica sub-entendido que ela e Derek não podem namorar ou ter um "afeto" um pelo outro. Não só a cor, mas também levando em conta a classe e a própria cultura tão diferenciada entre os dois. 

Mães adolescentes - é um dos pontos mais notáveis, muitas vezes só não se prevenir. Ou quando está em uma "balada" e sai pegando muitas vezes, no caso de Chenille, que teve um filho e o pai na quis assumir (o que acontece muito hoje em dia). Então, as vezes a mãe perde sua adolescência, o crescimento, e amadurecimento tanto fisicamente quando psicologicamente. No filme, Chenille ela deixa de cuidar do filho, para sair para festas com as amigas, não buscando da o devido valor ao filho.

Drogas - além do tópico acima, conseguem ser mais perceptíveis. As vezes por questões de amizade as pessoas entram nessa ramo sem volta, onde se encontra Malakai que busca tirar seu sustento e vida, do roubo e das vendas de drogas. Talvez por que seja um caminho fácil, não precisa ter esforços pra vender e nem pra trabalhar, mas lembre-se o que vem fácil, vai fácil. Isso aconteceu com Malakai, logo após um tiroteio foi preso, ali perdendo de vez sua vida. 

21/07/2012

Resenha: "Como viver eternamente", de Sally Nicholls


Autora: Sally Nicholls
Editora: Geração
Páginas: 230
Avaliação: ★★★★★ 

Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder. ”Como Viver Eternamente”, é o primeiro romance de uma extraordinária e talentosa jovem autora. Engraçado e honesto, este é um livro poderoso e comovente, que você não pode deixar de ler. A autora tem apenas 23 anos e embora seja seu primeiro livro, ele está sendo lançado em 19 países, dirigido a crianças, adolescentes e adultos.

O livro é de autoajuda, mas sinceramente é um livro muito bom. Eu amei o livro só isso que tenho pra falar.. Ele é tão feliz e tão triste ao mesmo tempo. Segue uma narrativa simples e fácil, engraçada também, com mistura de sorrisos e lágrimas. Eu ouvi por alto que a história era narrada em fatos reais, mas se for, é bem linda. 

Não é um livro digamos, triste e não procura abordar ou falar da morte. Como viver eternamente fala da vida, como diz o próprio Sam. Em cada página, cada parágrafo, ele tenta mostrar o quão a sua vida é boa e tentar aproveitar o máximo, por mais que você tenha uma doença ou que as pessoas falem que você não vá conseguir. É um livro extraordinário, perfeito.

Foi uma das primeiras obras que li da Editora, tanto quanto da autora. Mas só tenho a declarar que soube convencer o leitor e fazer que ele, sim, ficasse penetrado ali no livro. Só um ponto fraco que eu achei por deslize da Editora foi a capa, que não chama tanta atenção assim do leitor, que foi o meu caso, li por me recomendarem. E agora recomendo para você! 

15/07/2012

Para não chorar

Ela liga para ele as 2 e 30 da madrugada.

Ela diz: Amor?

Ele diz: Olha a hora. Fala oque você quer.

Ela diz: Preciso te dizer uma coisa.

Ele diz:Você tinha amanhã de manhã, de tarde e de noite para me falar isso, e olha a hora que você me liga. Tô cansado do trabalho, vou ir dormir, amanhã cedo eu te ligo.

Ela diz:Mas eu tenho uma coisa pra te falar.

Ele diz: Amanhã você me fala, eu tô cansado, já disse. - Ele desliga. 



2012 - 2018 © Sete Coisas.