25/12/2012

Resenha: Laços Inseparáveis

Laços Inseparáveis
Autora: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Páginas: 445 páginas.
Avaliação: ★★★★★
Marian Caldwell é uma produtora de televisão de 36 anos, vivendo seu sonho em Nova York. Com uma carreira bem-sucedida e um relacionamento satisfatório, ela convenceu todo mundo, inclusive si mesma, que sua vida está do jeito que ela deseja. Mas uma noite, Marian atende a porta... para apenas encontrar Kirby Rose, uma garota de 18 anos com a chave para o passado que Marian pensou ter deixado para trás para sempre. Desde o momento que Kirby aparece na sua porta, o mundo perfeitamente construído de Marian — e sua verdadeira identidade — será chacoalhado até o fim, fazendo ressurgir fantasmas e memórias de um caso de amor apaixonado que ameaça tudo para definir quem ela realmente é. Para a precoce e determinada Kirby, o encontro vai provocar um processo de descobrimento que a leva ao começo da vida adulta, forçando-a a reavaliar sua família e seu futuro com uma visão sábia e doce. Enquanto as duas mulheres embarcam em uma jornada para encontrar o que está faltando em suas vidas, cada uma irá reconhecer que o lugar no qual pertencemos normalmente é onde menos esperamos — um lugar que talvez forçamos a esquecer, mas que o coração se lembra eternamente.

20/12/2012

Resenha: Calisto

Calisto
Laura Elizia Haubert
Novo séculos, 2012.
208 páginas
Quando a noite cair, as brumas elevarem-se, a lua estiver banhada em sangue e as insígnias despertarem não restará opção se não lutar. Você não pode fugir de quem é do seu destino ou os demônios encontrados, e não poderá desistir porque terá sempre alguém a espreita. As cinco insígnias juntas são invencíveis, separadas devastadoras. Resista, combata, enfrente, acima de tudo conheça a si mesmo para descobrir se você está pronto para desvendar os mistérios. Draco, Lucas e Kalí possuem cristais, possuem força e não desistirão até Arrarock estar salva novamente. O preço mais caro sempre é pago pelos heróis. Acompanhe-os nesta jornada.

Meme literário: Capa contra capa

Sempre achei legal os blogs fazerem capasXcapas. Recebi esse meme da Ni, do Ninhada. É com muito prazer que vou responder.  Obrigado desde já, adoro ver as capas além das brasileiras, é uma coisa que gosto, não sei o porquê, apenas gosto.

O meme funciona assim:
1) Os indicados devem escolher três livros que goste;
2) Mostrar como são as capas desses livros em até outros três países;
3) Indicar mais três pessoas para participar;
I. Rob (sonhos literários),  II. Nay (resenhas teen) III. Dy (desejo literário)
É obrigatório mostrar como é a capa do livro no Brasil.

18/12/2012

Resenha: A filha da minha mãe e eu.



Maria Fernanda
editora Novo Conceito, 2012.
272 páginas
Sensível e tão real a ponto de fazer você se sentir parte da família, A filha da minha mãe e eu conta a história do difícil relacionamento entre Helena e sua filha, Mariana. A história começa quando Mariana descobre que está grávida e se dá conta de que, antes de se tornar mãe, é preciso rever seu papel como filha, tentar compreender o de Helena e, principalmente, perdoar a ambas. Inicia-se, então, uma revisão do passado – processo doloroso, mas imensamente revelador, pautado por situações comoventes, personagens complexos e pequenas verdades que contêm a história de cada um.

17/12/2012

Resenha: Enigmas de Londres

Ben Aaronovitch
Fantasy, 2012
368 páginas.

Peter Grant tinha tudo para ser apenas mais um jovem guarda da Polícia Metropolitana de Londres. Após um encontro inesperado com um fantasma, contudo, ele é recrutado para uma unidade secreta que lida com a magia e o sobrenatural e torna-se o primeiro aprendiz em 50 anos do inspetor Nightingale, o último mago da Inglaterra. Peter Grant então precisa imediatamente lidar com dois casos inter-relacionados. No primeiro, ele deve descobrir quem é o espírito vingativo que anda transformando pessoas comuns em assassinos sanguinários. No segundo, aprender a investigar magia, conviver com grupos de vampiros, lidar com trolls e revirar covas pela cidade. Além, é claro, de negociar uma trégua entre deuses enfurecidos do rio Tâmisa caminhando por aí. Com uma linguagem ágil e bem-humorada, Bem Aaronovitch narra a história de um detetive que achava o mundo normal, antes de conhecer o poder intenso e surreal da magia por detrás do submundo de Londres. Aclamado por público e crítica em sua estreia como romancista, o autor foi indicado ao Galaxy National Books Awards como "Autor Estreante do Ano", além de escrever roteiros para a série de televisão Doctor Who.

16/12/2012

Resenha: Charlotte Street

Danny Wallace
Editora Novo Conceito, 2012 
400 páginas
imageimageimageimage
Tudo começa com uma garota… (porque sim, sempre há uma garota…) Jason Priestley acabou de vê-la. Eles partilharam de um momento incrível e rápido de profunda possibilidade, em algum lugar da Charlotte Street. E então, em um piscar de olhos, ela partiu deixando-o, acidentalmente, segurando sua câmera descartável, com o filme de fotos completo… E agora Jason — ex-prodessor, ex-namorado, escritor e herói relutante — se depara com um dilema. Deveria tentar seguir A Garota? E se ela for A garota? Mas aquilo significaria utilizar suas únicas pistas, que estão ainda intocáveis em seu poder… É engraçado como as coisas algumas situações se desenrolam…

15/12/2012

Resenha: "Presságio" de Leornardo Barros

Presságio
Alice tem 26 anos e, desde a adolescência, é atormentada por presságios. Desacreditada por psiquiatras, ela é considerada psicótica, até que uma de suas visões a possibilita desvendar um misterioso homicídio. A polícia atribui a autoria do crime ao Beato Judas, um assassino serial de freiras, mas a descrição do suspeito não se parece em nada com o homem que ela viu em sua premonição. Agora, Alice terá de correr contra o tempo para provar que não é louca e para evitar que o assassino faça uma nova vítima. Suspense, misticismo e sensualidade se misturam neste fantástico thriller policial que parece ter a capacidade sobrenatural de manter seus leitores alucinados da primeira à última página.

Suspense sempre foi um dos meus temas preferidos para leitura, e para assistir filme. Também sou apaixonado por romance policial, mas esse livro não tem nada de romance em. Suspense policial, tinha um junção melhor que essa? Quando percebi já tinha terminado o livro, é rápido e viciante esse livro. Comecei a ler no domingo a noite, e na mesma noite já tinha acabado. Eu adorei, foi uma trama diferente do que eu já havia lido. Leo Barros, ele deu uma inovada e tanto, ele misturou prenúncio — quando a pessoa pode ver o futuro — com a realidade.

Leonardo escreve de modo bem simples e compreensível, foi uma leitura muito revelante e confortável. Esse é o quinto livro de autor, e gostei bastante. Estou muito afim de ler os outros — clique aqui para ver — que parecem ter temáticas muito interessantes. Enfim, o autor criou a personagem aos meu olhos, muito boa. Alice, eu adorei a personalidade dela, ela tem o dom de ver o futuro quando sente prazer (orgasmo). Numa das noites, em uma festa, Alice tem um presságio, visão de alguém mantando a Freira Nua — o motivo de freira nua, é a fantasia que a vítima usava no dia que foi morta, óbvio —, porém a polícia pega a pessoa errada. Agora a estupenda Alice vai fazer de tudo para provar a inocência do acusado e colocar o verdadeiro malfeitor atrás das grades, impedindo que este faça mais uma vítima. 
"As vezes, o ódio pode transformar o mais fraco dos homens em um monstro. É comum que vejamos loucos aparentemente desprovidos de força física que se tornam poderosos sob efeito de fúria."
Surpreendente, fique surpreso várias vezes quando ''devorava'' as páginas do livro. Porque eu sempre estava tentando deduzir, e para mim era uma coisa deduzível só que eu sempre estava enganado e toda vez que isso acontecia eu ficava meio bobo, e queria ler muito mais. Não gostei, como o livro acabou tão rápido. Adorei o assunto abordado, e o modo como foi descrito pelo autor. 

O que achei negativo do livro foi, o fato de Leonardo não ter abusado da localidade. Creio que seria bem legal, imaginar um lugar real onde a estória tivesse acontecido. Por exemplo, uma cidade pacata, pequena. Tirando essa fato é um livro muito bom para se ler. Achei uma coisa bem interessante é que o autor usa várias alegorias da área da medicina, já que este trabalha no ramo, achei interessante. 
"Só quem ama de verdade é a criança. Pra se amar é necessário inocência. Depois que cresce o amor dá lugar ao interesse."
Leiam! Vale muito a pena. Fiquei em dúvida ao dar nota quatro porque como já disse é um livro muito bom, mas quanto há isso ainda estou revendo os conceitos. Mas por enquanto vou deixar em quatro, mas é um livro que vale muito a pena ser lido. Por ser algo que acontece muito no dia-a-dia, como homicídios, erros polícias, confusões.

14/12/2012

Editora Novo Conceito

Estou muito, muito, muito feliz. Novidade no blog: fiz parceria com uma das maiores editoras do Brasil (é ritmo, é ritmo de festa), a editora Novo Conceito. Mas isso não é só por minha competência e animo para criar o blog, foram por causa de vocês que acordão todas as manhãs cansado para ler, comentar e seguir o blog, fantasiar um pouco né? rs. Já fiz resenhas da editora caso queiram ler está nesta tag, ou clique aqui

Quero agradecer a editora por estar me dando esse voto de confiança, e por estar abrindo esse espaço para mim e para os outros blogueiros literários. Obrigado pela oportunidade de firmar parceria que era algo que eu queria muito. 

09/12/2012

Resenha: "Chamado das sombra", de Matheus Marx


Chamado Das Sombras

Matheus Marx
Novo Século, 2012.
320 páginas
imageimageimageimageimage 
Misteriosamente, a Princesa Eleanor desaparece sem deixar vestígios, e ninguém é capaz de explicar seu paradeiro. Numa busca extensa e persistente por sua amada, o Príncipe Carmanni luta por respostas que não parecem estar ao seu alcance, e ao longo de sua jornada insistente e obscura, sempre que ele parece se aproximar da verdade, sombras fúnebres surgem. Cada parte desvendada do enigma leva a ainda mais mistérios sombrios, e ao desvendar o sumiço misterioso de Eleanor, ele verá que há coisas muito maiores, perigosas e assustadoras se escondendo por trás das sombras que escurecem seu caminho até a verdade. Horrores apavorantes esgueiram-se em seu caminho, e o Príncipe descobrirá que não só a sua vida está em perigo – mas a de todos à sua volta. Não apenas uma estória sobre amores perdidos, Chamado Das Sombras faz pensar sobre desejos, insanidade, confiança, morte e, acima de tudo, sobre as dores do amor – afinal, só o mais belo dos sentimentos é capaz de causar tão extremo sofrimento.

Já tinha apresentado o livro e autor juntamente com book trailer em um post anterior, caso queira ler e/ou assistir o book trailer clique aqui. O livro faz parte de uma série, ainda não definida a quantidade de livros que serão lançados. Esse é o primeiro livro, e vou lhes contar é ótimo. Não é porque o autor é parceiro do blog, mas porque eu realmente quando estava lendo percebi a escrita de Marx é impecável, além ser facilmente compreensível, flui muito bem. Em margem a livros nacionais, esse livro deu de dez a zero em vários autores estrangeiros, que não conseguem uma perspicácia de linguagem como a de Marx. Isso me fez ficar com mais orgulho de nossa literatura.

Marx criou um personagem "central" para desenvolver a trama: Julian Carmanni, mais chamado de Carmanni. Na festa de seu casamento, sua esposa desaparece, raptada por sombras. O motivo de sumiço? Ninguém sabe. Mas de uma coisa é, que depois desse dia, a vida do Príncipe nunca será mais a mesma. Após anos com a perda, começa-se ter aparições de sua ex-esposa envolvida por sombras. Totalmente obscuro o livro narra a tentativa de Carmanni achar uma resposta para tudo o que está acontecendo, e logo com ele. 

Durante a leitura, é possível notar-se o psicológico do personagem. O quanto ele está preso a um amor antigo, e não permite-se a um nova chance, está se prendendo ha uma coisa que já passou. Do início até o fim do livro, adorei acompanhar a evolução de maturidade e comportamento do personagem. 

Matheus criou um universo totalmente diferente do que eu já tinha visto, por exemplo, os lugares. As história se passou em vários lugares, até mesmo os personagens iam e voltavam, durante as cenas. E por mais que pareça deu para acompanhar tudo, sendo que nem o autor ou leitor se perdesse durante o desenrolar das páginas. Além dos fantasiosos lugares. Os personagens secundários foram muito bem elaborados, cheios de detalhes assim como as cenas. E cada um com uma personalidade totalmente diferente do outro. 

Creio que por toda a história tenha-se criado vários tópicos para refletir. O livro não relata só sobre o amor, trata-se também de perdas, traições, amizade, confiança, sinceridade, até mesmo humildade e por ai vai. Admirei o livro bastante por causa disso, das reflexões. Outra coisa que gostei bastante foi os detalhes. Adoro livros detalhistas, assim é o livro,  rico em detalhes mas não chega a ser pejorativo e nem cansativo. 

Recomendo o livro, se gostam de fantasia, terror e suspense. Durante todo o livro criei um filme, sabe quando a leitura está tão boa que você ler devagarzinho só para construir as cenas na mente, foi assim que eu fiz. Leiam, e vejam o quanto a literatura brasileira pode ser vantajosa além de rica! 

06/12/2012

Resenha: Do seu lado

Do seu lado
Fernanda Saads
Novo conceito, 2012
317 páginas
Após um longo tempo de terapia para se recuperar de um fora, Sarah parece estar bem. Quer dizer, ela já recuperou seu peso normal e consegue pensar em outras coisas além de Bruno. O problema é que no fundo ela vive fantasiando o dia em que esbarra com ele na rua e: pimba! Ela está linda e radiante e ele percebe a mancada que deu. Seus planos são simples: reconquistar Bruno e depois dar o troco que ele merece. Mas o destino lhe prega uma peça quando Nestor, seu chefe, pede que ela visite um novo cliente e, de repente, tudo vira de cabeça para baixo. Lá está ela de frente para o seu antigo amor, que parece mais irresistível do que nunca! Enquanto isso, seu melhor amigo, Igor, sempre presente e irritantemente perfeito, não suporta vê-la cair nas garras do bonitão outra vez. Sarah terá que lutar contra os próprios conceitos para descobrir o verdadeiro sentido do amor.

26/11/2012

Posso voar, finalmente.

Deixei de ser tanta negação, abri um caminho por onde exista sol, e ha sorrisos. Resolvi explorar coisas novas, sabe as tristezas? Elas não vão te levar para nenhum lugar além do fundo do poço. Os medos, não existem mais. Não para mim, resolvi arriscar, deixar levar. Vou pular de cabeça, mesmo que tenha pedras, mesmo que eu me machuque e que eu sofre. Cantarei mesmo se minha voz aguçar e minha garganta doer, vou sorrir mesmo que eu não tenha mais motivos. Passei a cultivar pensamentos bons, obter pessoas boas na minha vida. Deixei de ligar para tudo o que as pessoas falam, agora sou feliz, estou liberto. Posso voar.

24/11/2012

Resenha: Confie em mim.


Confie em Mim
Harlan Coben
editora Sextante.
316 páginas. 

Preocupados com o comportamento cada vez mais distante de seu filho Adam - principalmente depois do suicídio de seu melhor amigo, Spencer Hill -, o Dr. Mike Baye e sua esposa, Tia, decidem instalar um programa de monitoração no computador do garoto. Os primeiros relatórios não revelam nada importante. Porém, quando eles já começavam a se sentir mais tranqüilos, uma estranha mensagem muda completamente o rumo dos acontecimentos: "Fica de bico calado que a gente se safa." Perto dali, a mãe de Spencer, Betsy, encontra uma foto que levanta suspeitas sobre as circunstâncias da morte de seu filho. Ao contrário do que todos pensavam, ele não estava sozinho naquela noite fatídica. Teria sido mesmo suicídio?  Para tornar o caso ainda mais estranho, Adam combina ir a um jogo com o pai, mas desaparece misteriosamente. Acreditando que o garoto está correndo grande perigo, Mike não medirá esforços para encontrá-lo.Quando duas mulheres são assassinadas, uma série de acontecimentos faz com que a vida de todas essas pessoas se cruzem de forma trágica, violenta e inesperada.

21/11/2012

Conhecendo: Raphael Draccon

Olá galera, tudo bem?

Hoje é um dia dos mais felizes. Sei que alguns não podem achar tão grande coisa, mas para mim é. Conheci Raphael Draccon. Conhece? Ele é o criador do mundo fantástico de Dragões de Éter, Fios de Prata e Espíritos de gelo.


20/11/2012

Como escrever bem?


Escrever um texto é o que mais pesa em vestibulares, provas, e até para arranjar empregos precisa fazer, geralmente, redações textuais. Existe pessoas com um grande facilidade para escrever, porém a exite pessoas que tem bastante dificuldade para escrever seja pelo motivo de não ter uma habilidade e clareza de ideias.

19/11/2012

Pedra, papel ou tesoura?

Lembra? Que velha brincadeira, hoje tão sem-graça, aliás era tão legal brincar disso. Atualmente as coisas já perderam a graça, e o porque? As pessoas esquecem, elas desvalorizam e elas tentam inovar. Inovar?Para que se do jeito que estava bom, antes estava feliz, sorrindo apenas ao balançar das mãos. E o que te faz sorrir agora? Iphone, ou um vídeo-game do ano. Um carro! Usando pessoas, e amando coisas. Estamos esquecendo dos amigos, por que não deixar de ficar no computador e por que não sair, conversar e perder tempo? Afinal, você não está perdendo tempo, você está se divertindo. E porque fingir, fingir que está bem, que você sempre está feliz, para que fingir que está sempre sorrindo, você é assim? Perfeito? Aceite-se, perfeição não é tudo. Primeiro passo aceitar-se, sabe aquela frase: Carpe diem? Aproveite o dia. É isso mesmo, por que você não vai aproveitar o dia? Por que você não deixa as coisas que te fazem mal de lado? Por que remoer algo que te trás dor, te faz chorar? Não estou dando passos para ser feliz. A sua felicidade é você que constrói, mas pensa ai, vale a pena esnobar, invejar, sofrer? Viva tua simplicidade, diga adeus para sua mascara você não precisa fingir, não precisa.

12/11/2012

Resenha: Mau começo

Desventuras em Série: Mau Começo
Três jovens perdem seus pais em uma triste explosão; Daí eles passam a morar com um parente, conde Olaf, um homem muito mal além de muito “cavernoso”, djabo em pessoa! O diabo quer só se livrar das crianças para conseguir herança delas. Mas será que já não basta as crianças ficarem sem os pais?

Só que as crianças são espertar, logo elas desvendam as tramoias de seu suposto “parente”. E, quando você imagina que tudo vai dar certo e todos vão viver felizes para sempre lá vem notícia ruim e o mal vira o jogo, depois o bem vira o jogo. E durante o livro fica assim vice-versa.

Comecei a ler o livro, porque eu havia assistido um pedaço do filme e fiquei bastante intrigado com o que aconteceria com os jovens, e eu não vi o final do filme. Foi por isso que escolhi ler os livros para depois ler o filme, porque esse é sempre melhor. O que mais me desanimou é o fato de que a série é composta de doze livros, porém quando li o livro pensei que aguentaria ler.  Enjoei de sagas, séries e trilogias então deixei um pouco de lado a série, mas eu quero muito ler a mesma.

Ao ler o livro eu me apaixonei pelos jovens Baudelaire. Violet, com com sua grande capacidade de criar invenções. Klaus, com sua grande fome de livros e conhecimento. Sunny, a pequena  a mais pequenas de todos com seus pequenos dentes afiados dispostos a morder tudo.

Não me arrependo de lê-lo porque como já disse é bastante engraçado. Super recomendo, mas vou logo avisando que finais felizes não reinam nesta série. Se você gosta de perseguição entre os personagens ou gosta de uma ‘açãozinha’ é um livro feito para você! 
Em 2005, Jim Carrey estrelou uma versão cinematográfica dos três primeiros livros da série, no papel de conde Olaf. 

11/11/2012

Resenha: Em Chamas, Suzanne Collins


A narrativa continua cativante, porém não tanto como no primeiro livro, Jogos Vorazes. Agora as coisas acontecem um pouco mais lentas. Durante o livro passam-se duas histórias interligadas. Uma é o agora, o que acontece com Katniss dentro da Arena, já que ela teve que voltar (devido a cada vinte cinco anos acontece um jogo, parecido copa mundial, onde os vencedores de todos os jogos anteriores se reúnem na Arena, mas não para conversar nem brincas, só para se matar!). A outra história se passa fora da Arena, agora é na Capital e no Distrito 12 que é mais por dedução de leitor, meu caso.

Desde o primeiro livro venho acompanhando os temperamentos de Katniss e, eu não consigo entender algumas atitudes e decisões que ela tem. Há horas que dá vontade de bater nela e outras horas concordava com ela. 

O livro dá continuidade ao clichê triângulo amoroso. Katniss não sabe de quem realmente gosta. De repente quer estar com Peeta abraçar, beijar e dormir com ele. Outrora deseja estar com Galé (mané) amigos com que saia para caçar aos domingos e quem tanto confia(va). Katniss não pode demonstrar sentimento por outro, ao menos que esse seja Peeta, como o ato do primeiro livro foi considerando como “revolta” Katniss para salvar sua família, seus amigos, e seu distrito ela é obrigada a se casar contra a sua vontade.

Bom, a narrativa flui fácil. É um livro intrigante e fantástico apesar de tal simplicidade (espera mais do livro). É um livro que eu recomendo se você gosta de distopia e de algo envolvente. E, não podia ser mais de se esperar que estou louco para ler o próximo e último livro, e se você ainda não leu jogos vorazes leia a resenha clicando aqui, e depois leia o livro.

08/11/2012

Você deve ler mais!






Por que ler?

Acho que todo mundo sabe a importância de ler. Quando você tem essa oportunidade e quando você lê diariamente isso faz com que estimula o seu cérebro, além de enriquecer no seu vocabulário. Ao deparar-se com palavras de difícil compreensão, tente entende-la pelo contexto, se não der, procure um dicionário. Ninguém nasce gostando de ler, esse habito é adquirido com o tempo e quando a pessoa quer. 



06/11/2012

Além de tudo, viver.



Há horas em nossa vida que somos tomados por uma enorme sensação de inutilidade, de vazio. Questionamos o porquê de nossa existência e nada parece fazer sentido. Concentramos nossa atenção no lado mais cruel da vida, aquele que é implacável e a todos afeta indistintamente: As perdas do ser humano. Ao nascer, perdemos o aconchego, a segurança e a proteção do útero. Estamos, a partir de então, por nossa conta. Sozinhos. Começamos a vida em perda e nela continuamos.

05/11/2012

Lançamento: A Aprendiz – Trudi Canavan


Sozinha entre todos os aprendizes do Clã dos Magos, somente Sonea vem de uma classe menos privilegiada. No entanto, ela ganhou aliados poderosos, como Lorde Dannyl, recentemente promovido a Embaixador. Ele terá, agora, de partir para a corte de Elyne, deixando Sonea à mercê dos boatos maliciosos e mentirosos que seus inimigos continuam espalhando… até o Lorde Supremo entrar em cena. Entretanto, o preço do apoio de Akkarin é alto porque, em troca, Sonea deve proteger seus mistérios mais sombrios.
Enquanto isso, a ordem que Dannyl está obedecendo, de buscar fatos sobre a longa pesquisa abandonada de Akkarin sobre o conhecimento mágico antigo, o está levando a uma extraordinária jornada, chegando cada vez mais perto de um futuro surpreendente e perigoso.
Não li o primeiro livro, porém fiquei sabendo que é uma série muito boa. E, junto com esse book trailer eu fiquei ainda mais com vontade de ler. Quem quiser me dar eu fico muito feliz, e não estou recusando nada, entendeu? NADA!

Selo: Versatile Blogger


Olá mais um vez, tudo bem? Hoje o post é diferente: vou responder à um selinho. Recebi dois memes iguais de dois blogs são eles: Mundo da Lua & Entre páginas e sonhos. Obrigado meninas por terem me mandado esse é o primeiro do blog, porém só queria deixar claro que não sou tão novo aqui na blogosfera então vamos lá! 

02/11/2012

Blog: novo layout


Olá, tudo bem?

Acho que eu não iria aguentar mais ficar com aquele layout, estava enjoando. Bom, espero que vocês gostem desse novo layout. Eu arrumei algumas coisinhas, mas template base foi da Thalita. Enfim, esses dias não vai ter posts estou meio ocupado - E quase sem tempo para ficar no blog -, mas juro que quando eu voltar vou trazer bastante coisa (estou pesando em várias coisas para postar, sim eu penso). Mais uma vez obrigado à você leitor. Então é isso, até logo

Harry Potter será relançado com novas capas


Como já sabemos Harry Potter tem ainda grande força, a série já esta toda completa, tanto em livro quanto em filmes. O que a editora Rocco faz pra dar uma empurradinha nessas pessoas que ainda não leram os livros? Relança os livros com capas novas...claro!

01/11/2012

Resenha: Pirapato de Chico Anes

Pirapato


Pirapato: O Menino sem Alma

Chico Anés

271 páginas.
Num tempo onde os alquimistas eram os mais respeitados homens de conhecimento, o maior entre eles, Bennu, consegue realizar a Quinta Obra da Alquimia - a criação do homúnculo, ou o homem artificial, uma técnica chamada em nosso tempo de clonagem. Pirapato é o resultado desse experimento. Perseguido por Corax, o alquimista negro, o herói parte numa jornada em busca de respostas para seu principal questionamento, que, em última análise, é o mesmo de todos nós seres humanos; tem o clone uma alma imortal? É facultada ao homem artificial a promessa da vida eterna após a morte do corpo material? A obra discute, através da história do 'menino sem alma', aspectos da clonagem humana sob a luz de certos mitos ou sistemas de crenças que compõem nossa cultura. A narrativa utiliza-se de várias alegorias alquímicas. Descobri-las é parte da viagem do leitor, que através delas poderá compreender a substância da alma de Pirapato. Das aves provêem as principais analogias, essencialmente por acreditar o autor serem os pássaros e seus vôos o símbolo máximo da liberdade, e o homem de asas, ou anjo, o mais próximo que nossa mitologia pôde nos deixar da Divindade.

26/10/2012

Resenha: Sereias, de Mirella Ferraz

Sereias - O Segredo das Águas
Sereias - O Segredo das Águas
Nove Século
240 páginas


E então aconteceu... a mágica chegou... e não existiam pernas e pés ali, mas sim um manto de escamas com mil tons de anil, verde e dourado. Uma cauda de peixe... uma cauda de sereia!” Neste romance encantador, urdido a sal e água, é narrada a emocionante história de Coral, uma garota de aparência exótica, que nasceu envolta em mistérios sobrenaturais e com um estranho fascínio pela água. Poderá ela, com a ajuda do apaixonado Marcelo, desvendar todos os enigmas que cercam a sua vida? Conseguirá sua mãe, Marina, afastá-la de um destino que, para ela, parece apavorante, mas que constantemente se revela inexorável? Qual preço você estaria disposto a pagar para ajudar seu grande amor? Com uma narrativa dinâmica e empolgante, o leitor viajará pelo mundo de uma das mais fascinantes figuras lendárias, e presentes, de todos os tempos: a sereia. E verá que, muitas vezes, as lendas são mais reais e estão bem mais próximas de nós do que imaginamos. Venha desvendar o que se esconde nos mares... “Fiquem então em silêncio e apurem seus ouvidos, porque podem ser agraciados com um canto vindo das ondas... por um canto de sereia...

24/10/2012

Livros: Emprestar ou não?


Esse foi um dos post que vi em um blog, e achei bem interessante, melhor, achei bem verdade. Emprestar livros, sim ou não? Eu já diria que não! 


  1. Os livros nunca voltam como eram antes: Rasgados, arranhados, sujos, despirocados, amassados, amarrotados, tortos, descolados, descascados, e mais uma centena de "ados". E isso ainda é SE voltarem! 

20/10/2012

Resenha: O chupa-tinta

O Chupa-Tinta


O chupa-tinta
Éric Sanvoisin & Martin Matje
Editora martins
45páginas.

Odilon, o filho de um livreiro, odeia livros. Seu passatempo preferido, nas férias, é procurar ladrõezinhos de loja e esperar que eles o ajudem a se livrar daquelas coisas inúteis, volumosas e cheias de páginas. Mas um dia ele encontra um tipo estranho de ladrão - o homem saca um canudinho e chupa as palavras de um livro inteiro. Odilon, então, inicia sua busca para descobrir quem é esse homem e descobre que ele, na verdade, é um vampiro diferente...Seu alimento são os livros, ou melhor, a tinta deles.

18/10/2012

5 coisas que blogueiros odeiam


Quem tem blog, sabe bem o motivo do post, coisas que geralmente nos pegam desprevenidos e naquele momento que supostamente não estamos com muita paciência, ou com algum problema fora da internet, que não gostamos de compartilhar, e pra tentar melhorar a situação, acabamos procurando um meio de distração, no caso, o blog. Assim como eu, imagino ter outras pessoas, que passam o dia tentando enfiar outros assuntos na cabeça para não lembrarem de certos ocorridos, que te deixam magoada, estressada, e deis de cedo já acabam com todo o seu dia.

14/10/2012

Resenha: "Dom Casmurro", de Machado de Assis



Machado de Assis (1839-1908), escrevendo Dom Casmurro, produziu um dos maiores livros da literatura universal. Mas criando Capitu, a espantosa menina de "olhos oblíquos e dissimulados", de "olhos de ressaca", Machado nos legou um incrível mistério, um mistério até hoje. Há quase cem anos os estudiosos e especialistas esmiúçam, o analisam sob todos os aspectos. Em vão. Embora o autor se tenha dado ao trabalho de distribuir pelo caminho todas as pistas para quem quisesse decifrar o enigma, ninguém ainda o desvendou. A alma de Capitu é, na verdade, um labirinto sem saída, um labirinto que Machado também já explorara em personagens como Virgília  e Sofia, personagens construídas a partir da ambiguidade psicológica, como Jorge Luís Borges gostaria de ter inventado.

03/10/2012

Resenha: Ladrão de almas

Ladrão de Almas
Autor:
Editora:
Páginas:
Série: 
Avaliação:
No turno da noite em um hospital em Maine, Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, ela muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos, Lanny não é como outras pessoas que Luke já conheceu. Ele é, inexplicavelmente, atraído por ela... mesmo ela sendo suspeita de assassinato. E conforme ela conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassa tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido. Seu relatório apaixonado começa na virada do século XIX na mesma cidadezinha de St. Andrew, Maine, quando ainda era um templo Puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela paga é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. 

Dois séculos depois, a chave para a cura e salvação a depende totalmente de seu passado. De um lado o romance histórico, de outro uma história sobrenatural, The Taker é uma história inesquecível sobre o poder do amor incondicional não apenas para elevá-lo e sustentá-lo, mas também para cegar e destruir — e como cada um de nós é responsável por encontrar o próprio caminho para a redenção.

O nome deste livro na versão americana é The Taker, que significa O Tomador. Eu achei bem mais favorável e bem escolhido Ladrão de Almas, porque ele é bem cabível para compreensão do livro, quando você for ler. Vai falar assim é verdade com certeza é o ladrão de almas.

Durante a leitura o livro se passa em dois tempos. Sendo que um deles é o atual onde conhecemos a personagem Luke, que é um médico de vida monótona e não sabe o quanto sua vida mudara quando uma menina ensanguenta entra no seu consultório que dizia ter assassinado um homem na floresta, Lanore. O Outro, narrado pela jovem Lanore — Lanny — é na época de machismo, onde tinha-se muitas tradições e dogmas religiosos, ela conta sua história de 1809 em uma cidade no interior do Maine, de como ela viveu tanto. E durante uma fuga ela vai contando sua história para o médico. Resumindo para não dar spoilers indesejáveis, e vocês não me baterem depois, durante o livro se passa várias (muitas) cenas eróticas — e, isso me deixou bastante impressionado porque eu nunca li um livro da editora com tais cenas. E, simplesmente amei, por outrora estava ficando chato, mas depois uau! A história bombou, me fez ler rapidamente "engolindo mesmo".

Surpreendente, fascinante, picante sexy, intrigante. Uau! Em vários momentos dos livros, eu lembrei da nossa personagem Juliett de Estilhaça-me. Pois, os pensamentos de Lanore muitas vezes confusos, e muitas vezes claros acabei comparando com a extra-humana. Afinal, as duas são seres sobre-humanos. O livro narra toda a história de modo bastante compreensível e com vários vocábulos, assim, não havendo tanta repetição de palavras. Apesar de não existir tanto diálogo no livro, confesso que ele acabou se tornando um dos meus favoritos. Uma outra coisa que também achei interessante foi o fato, da autora, Katsu, ter feito pesquisas sobre a cidadezinha do Maine, além de pesquisar também sobre as lendas de tal. 

Trilogia The taker
Ladrão de Almas - The taker (2011)
The Reckoning ( 2012)
The Descent (2013)

02/10/2012

Namore uma garota que lê.


Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os doze anos.

29/09/2012

Resenha: Fahrenheit 451






Fahrenheit 451
Ray Bradbury
Globo livros
223 páginas
★★★★ 
O romance apresenta um futuro onde todos os livros são proibidos, opiniões próprias são consideradas anti-sociais e hedonistas, e o pensamento crítico é suprimido. O personagem central Guy Montag, trabalha como “bombeiro”(o que na história significa “queimador de livro”). Uma versão do filme foi lançado em 1966, e se prevê uma segunda versão do filme para 2008. No mínimo duas dramatizações foram transmitidas pela BBC Radio 4, ambas seguiram fielmente ao livro.
Através dos anos, o romance foi submetido à várias interpretações primeiramente focadas na queima de livros pela supressão de idéias dissidentes. Bradbury havia declarado que o romance não trata de censura, ele declara que Fahrenheit 451 é uma história sobre como a televisão destrói o interesse na leitura.ㅤㅤㅤㅤㅤ

Um pouco mais clean

Hoje teremos participação especial de minha amiga, Miccaela, ela vai dar umas dicas de moda e, espero que curtem esse post! Vamos fazer diferente né?

Micca: Bom, vamos lá. Eu não sei mexer no blogspot. Então me desculpa qualquer erro. Eu recebi um e-mail, e o Igor já havia me convidado para participar do blog, porém eu não sabia o que fazer. E, quando recebi tal e-mail resolvi falar sobre a moda, uma coisa que eu gosto. Bom, eu não sei como vai funcionar os post. Mas eu acho que não vou poder postar toda semana. Mas, sempre que eu puder estarei trazendo novidades!Hoje vou mostrar quatro looks que estão sendo muito utilizados nos últimos meses. E, vou mostrar 4 looks de mulheres, e quatro de homens. Até porque queremos os meninos bem gatinhos e estilosos não é? (brincadeira, também sei que os homens querem estar na moda) 


Como vocês podem observar usar cores fluorescente está bem na moda, em, uma época calorenta. Porém, se você for usar um acessório ou roupa fluorescente use cores neutras para você não chamar tanta atenção, e não parecer com o povo da Capital de Jogos Vorazes entendem? Mas você também pode usar cores fluorescentes como ela usou o sapato. Mas ele está meio coberto então não chama tanta atenção quando a bolsa. 


Eu amo a simplicidade, vocês podem observar? O contraste da bolsa com o sapato? Estão pensando que só os homens que usam chapéus? Claro que não. Está ai, um conjunto de tons e cores que ficaram lindos. Serve para sair em um dia de calor, ou para ir ao shopping e uma praça. 

 

Eu amo cores pasteis, e acho que cai super bem em pessoa morenas e, ou brancas mesmo. As pessoas acham que a mistura de tons pasteis não chamam atenção, claro que não vai chamar atenção se você sair só de uma cor. Como você pode observar a mulher usa vários tipos de marrom e creme, isso faz com que haja contrastes entre as roupas.  E, o mesmo acontece na foto abaixo


Ela usa um vestido rosinha mais leve, porém, usa acessorios pretos. Isso faz com que a sua roupa simples, se destacaque e, tem pessoas que pensam que toca não combinam com vestido, mas taí, outro mito revelado! 

 

É a mesma dica dada em acima usar cores pasteis é inovador e diferente, e muitas pessoas estão usando. Inclusive eu.

 



Jaqueta de coro, sempre esteve na moda. Sempre achei lindo as pessoas que usam, e até uns meses atras essa moda voltou. (Não existe essa coisa de moda, moda é você quem faz). Mas é uma peça fundamental para as pessoas que querem se destacar entre as outras "inovando". Ficou muito "show" a mochila, por ser bem diferente e também por sua cor. 

 

Ok! Está super lindo, não está? Bom, é o mesmo que eu disse nas fotos a cima. É só saber, combinar as cores. Mas por favor, não vá sair todo verde, nem todo amerelo de casa, isso é mico. Bom, ele está usando algo mais do dia-a-dia, bem simples. Porém vocês perceberam as pulseira? Bom, elas dão um toque de cuidado; E destacam-se muito bem.


Que simples né? E, é tão fácil você se vestir assim! Sabe aquela jaqueta surrada que você tem no seu guarda-roupa? vamos usa-la, se você acha que o jeans saiu de moda está super errado! Mas você também não vai sair todo de jeans, se você não for um cowboy, claro. Na foto, ele sai todo de jeans, com uma blusa por dentro listrada e simples, só que as cores dos jeans são totalmente diferentes. E, para os que acham que mostrar a canela é feio, não é, nesse calor que consegue sair todo coberto? É um moda que está voltando aos poucos, e, que está muito estiloso.

Coleção de: 
Até a próxima, beijos Micca. 



2012 - 2018 © Sete Coisas.